Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo

estabelecimento de ensino superior em Portugal
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com a Escola Superior de Música de Lisboa.

A Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo (ESMAE) é uma instituição de ensino superior na cidade do Porto, no Norte de Portugal, especializada em música, teatro e dança. É uma unidade orgânica do Instituto Politécnico do Porto.[1]

Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo
ESMAE
Fundação 1985
Tipo de instituição Pública
Localização Porto, {{{país}}}
Presidente António Augusto Aguiar
Total de estudantes ~700
Página oficial https://www.esmae.ipp.pt/

DescriçãoEditar

A Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo consiste num estabelecimento de ensino dedicado às artes performativas, principalmente a música, o teatro e a dança.[2] É uma divisão do Instituto Politécnico do Porto.[2] Os percursos formativos da ESMAE estão integrados em dois ciclos, o primeiro para as licenciaturas, e o segundo para mestrados e pós-graduações.[2]

Fez parte do percurso académico e profissional de vários grupos e artistas conceituados a nível nacional e internacional, como o actor de cinema Jacinto Durães,[3] o pianista Daniel Cunha,[4] os compositores João Grilo,[5] Carlos Lopes[6] e Ângela da Ponte,[7] o clarinetista António Lopes,[8] as bandas Os Azeitonas[9] e RePercussion Trio,[10] o ilusionista Helder Guimarães,[11] a violionista Ianina Khmelik,[12] o actor João Costa,[13] as cantoras Maria Mendes[14] e Cláudia Pascoal,[15] o eufonista Mauro Martins,[16] a soprano Ana Vieira Leite,[17] a música croata Alba Nacinovich,[18] e a cantora lírica brasileira Aline Talon.[19] Algumas figuras de destaque no ambiente artístico português também exerceram como professores na ESMAE, como o maestro e clarinestista António Saiote,[20] o pianista Pedro Burmester,[21] e a flautista Raquel Lima.[22]

A escola foi igualmente o ponto de partida para outras associações culturais, como a companhia de circo Erva Daninha, que foi fundada em 2005 por antigos alunos daquela instituição de ensino.[23] Também tem colaborado com outras instituições em várias iniciativas ligadas às artes. Por exemplo, participou no programa Contratempo, em conjunto com o Serviço Educativo da Casa da Música, a Fundação Calouste Gulbenkian e outras instituições, e que foi uma iniciativa pioneira em Portugal para a criação de um grupo musical formado por pessoas com doenças mentais, no sentido de utilizar a música como parte do processo de recuperação, e reduzir os estigmas ligados às doenças mentais.[24] Também cooperou com o Museu de Arte Contemporânea de Serralves na realização de concertos no auditório daquela instituição,[25] e em 2019 contribuiu para um programa do Movimento Patrimonial da Música Portuguesa, em conjunto com a Escola Superior de Música de Lisboa e a Universidade de Évora, que resultou no lançamento de três discos e trinta partituras.[26] Organiza anualmente o Festival ESMAE, durante o qual são feitas visitas às instalações, eventos culturais e dadas aulas livres.[27]

HistóriaEditar

A instituição nasceu em 1985, originalmente com a denominação de Escola Superior de Música, tendo como finalidade continuar a tradição do ensino da música na cidade do Porto.[2] Posteriormente, o currículo formativo foi expandido com a introdução de aulas de teatro, recebendo o nome de Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo.[2]

Em Setembro de 2009, o conselho directivo da Escola emitiu um comunicado onde alertou que não estavam reunidas «as condições - pedagógicas, científicas e artísticas - necessárias ao arranque das actividades lectivas», tendo criticado a conduta do Instituto Politécnico, principalmente do ponto de vista dos apoios financeiros.[28] Denunciou igualmente a «falta de visão estratégica em relação às particularidades do ensino artístico, expressa na insensibilidade que vem demonstrando relativamente aos problemas colocados pela ESMAE, pois não os resolveu em tempo útil», e «a incapacidade da presidência do IPP para promover uma solução, conjuntamente com os órgãos da escola», situação que classificou como uma «quebra de solidariedade institucional».[28] Em resposta, o Instituto Politécnico afirmou que não se estavam a verificar atrasos no arranque do ano lectivo, e que estava «a trabalhar para resolver todos os problemas de gestão que a escola não soube resolver».[28] Quanto aos alegados problemas financeiros, garantiu que o orçamento da ESMAE estava «definido desde Setembro de 2008, como para todas as outras escolas», e que era o «mais elevado de toda a rede do IPP por estudante inscrito. É aproximadamente o triplo do índice normal», tendo adiantado que recentemente tinham sido recebidos «pedidos da ESMAE para a contratação de oito docentes, pedidos esses que foram aceites».[28]

Em 2015, o edifício da antiga escola EB1 José Gomes Ferreira, no centro do Porto, foi cedida à Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo, com a finalidade de ser utilizado em trabalhos das artes performativas.[29] Em 2016, a instituição passou igualmente a dar formação em dança.[2]

Em Julho de 2017, a Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo organizou um vasto programa cultural na cidade do Porto, que consistiu em 28 eventos de teatro, música e dança, no âmbito do Festival Semana das Escolas de Teatro.[30] Em Março de 2018, lançou um canal no sítio electrónico Youtube, com o nome de ESMAE 503, e dedicado à música do século XXI, com conteúdo produzido exclusivamente pelos alunos daquela instituição.[31]

Em 2020, foi uma das instituições responsáveis pela organização do Festival Jovens Músicos, em conjunto com a Rádio Televisão Portuguesa, no âmbito do qual foram dados vários concertos em Loulé, em Lisboa e no Porto.[32]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Despacho 15830/2009, 2009-07-10». Diário da República Eletrónico. Consultado em 15 de setembro de 2021 
  2. a b c d e f «Apresentação». Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo. Consultado em 15 de Setembro de 2021 
  3. Lusa (3 de Janeiro de 2017). «Morreu o actor português Jacinto Durães». Sábado. Consultado em 20 de Setembro de 2021 
  4. Lusa (12 de Julho de 2017). «Pianista Daniel Cunha inicia em Manchester concertos de homenagem a Alfredo Napoleão». Diário de Notícias. Consultado em 17 de Setembro de 2021 
  5. «João Grilo: o jovem português que fechou o mundo inteiro num piano». New in Town. 9 de Novembro de 2020. Consultado em 15 de Setembro de 2021 
  6. Lusa (6 de Janeiro de 2021). «Estêvão Chissano no Programa Jovens Compositores». Bantumen. Consultado em 15 de Setembro de 2021 
  7. Lusa (10 de Setembro de 2021). «Quatro compositores criam obras para refletir sobre a vida no Porto». Notícias ao Minuto. Consultado em 15 de Setembro de 2021 
  8. PINTO, Eduardo (14 de Julho de 2021). «Venceu concurso de clarinete como grito contra a pandemia». Jornal de Notícias. Consultado em 15 de Setembro de 2021 
  9. MACHADO, Delfim (25 de Maio de 2021). «Uma boleia de 20 anos pelo Porto d'Os Azeitonas». Jornal de Notícias. Consultado em 15 de Setembro de 2021 
  10. Lusa (24 de Maio de 2021). «Festival de Música da Póvoa de Varzim premeia jovens músicos em tempo de pandemia». SAPO 24. Consultado em 15 de Setembro de 2021 
  11. Lusa (21 de Maio de 2021). «Mágico Helder Guimarães vence 'óscar' da Internet pelo espetáculo virtual estreado em 2020». SAPO MAG. Consultado em 15 de Setembro de 2021 
  12. MIRANDA, Tomás (14 de Outubro de 2020). «IAN apresenta "Raivera" em Guimarães». Jornal de Notícias. Consultado em 15 de Setembro de 2021 
  13. PEREIRA, Sérgio. ««Quero acreditar que há adeptos que conseguem ver humor no futebol»». Mais Futebol. Consultado em 15 de Setembro de 2021 
  14. VIEIRA, Rita Sousa (20 de Fevereiro de 2021). «Maria Mendes, a voz do jazz que leva Amália aos Grammy: "é surreal que estas coisas me tenham acontecido num ano tão desencorajador"». Sapo 24. Consultado em 16 de Setembro de 2021 
  15. CUNHA, Tiago Serra (2 de Abril de 2020). «"!". A exclamação de Cláudia Pascoal, espelho da alma com sotaque do norte». Jornalismo Porto Net. Consultado em 16 de Setembro de 2021 
  16. T. D. / Lusa (2 de Outubro de 2021). «Músico de Celorico da Beira lança primeiro disco de eufónio a solo». Sapo MAG. Consultado em 16 de Setembro de 2021 
  17. «Soprano de Braga vence concurso internacional de canto em França». O Minho. 14 de Setembro de 2020. Consultado em 16 de Setembro de 2021 
  18. DEFRANZA, Stella (17 de Agosto de 2021). «A lezione di canto con Alba Nacinovich». La Voce (em italiano). Consultado em 15 de Setembro de 2021 
  19. «Aline Talon falou sobre a trajetória musical e pós-graduação em ópera». Empresa Brasil de Comunicação. 30 de Setembro de 2020. Consultado em 16 de Setembro de 2021 
  20. Madre Media / Lusa (6 de Outubro de 2020). «António Saiote celebra 50 anos de carreira "contra o snobismo" e a "formar cidadãos"». Sapo 24. Consultado em 16 de Setembro de 2021 
  21. SANTOS, Sofia Teixeira / Lusa (1 de Fevereiro de 2018). «Concerto solidário dos pianistas Laginha e Burmester no Porto». Jornal de Notícias. Consultado em 16 de Setembro de 2021 
  22. CRUZ, Valdemar (22 de Outubro de 2008). «Flautista portuguesa premiada com Melhor Interpretação». Expresso. Consultado em 19 de Setembro de 2021 
  23. PEREIRA, Eva; MACHADO, José Alberto (20 de Abril de 2020). «Circo: A "arte marginal" de uma comunidade que cria fantasias». Jornalismo Porto Net. Consultado em 16 de Setembro de 2021 
  24. «Só existe viagem, em Contratempo». Fundação Calouste Gulbenkian. 2018. Consultado em 19 de Setembro de 2021 
  25. FARIA, ÓSCAR (21 de Janeiro de 2000). «Sob o signo de Andy Warhol». Público. Consultado em 19 de Setembro de 2021 
  26. Lusa (19 de Fevereiro de 2019). «Movimento Patrimonial da Música Portuguesa projeta 30 eventos até julho». Diário de Notícias. Consultado em 19 de Setembro de 2021 
  27. CATALÃO, Rita (27 de Março de 2017). «Festival ESMAE: Aqui conhece-se tudo, até os bastidores». Jornalismo Porto Net. Consultado em 15 de Setembro de 2021 
  28. a b c d Lusa (22 de Setembro de 2009). «Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo sem condições para iniciar aulas». Público. Consultado em 20 de Setembro de 2021 
  29. Lusa (19 de Abril de 2021). «Escola no centro do Porto dá lugar a 'Campus Paulo Cunha e Silva'». Notícias ao Minuto. Consultado em 15 de Setembro de 2021 
  30. Madre Media / Lusa (6 de Julho de 2017). «Porto: Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo vai transformar a cidade num palco». SAPO 24. Consultado em 15 de Setembro de 2021 
  31. BAPTISTA, Abigail (5 de Março de 2018). «ESMAE no YouTube com música do séc. XXI». Jornalismo Porto Net. Consultado em 15 de Setembro de 2021 
  32. «Festival Jovens Músicos Antena2/RTP traz dois concertos a Loulé». Sul Informação. 24 de Setembro de 2020. Consultado em 15 de Setembro de 2021 

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre escolas ou colégios é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.