Abrir menu principal
Portal do PRT.png Grande Porto
Página principal   Índices   Projecto e subprojectos
Porto - Pont de Lluís I.JPG

Este portal é dedicado ao Grande Porto, uma metrópole multimunicipal portuguesa, constituída em subregião própria (NUTS III), parte da Região Norte.

O Grande Porto ocupa uma área total de 1.024 km², tem 1.392.189 habitantes (INE, 2007) e é constituído por onze concelhos: Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Santo Tirso, Trofa, Valongo, Vila do Conde e Vila Nova de Gaia. O Grande Porto não é inteiramente coincidente com a Área Metropolitana do Porto que é mais abrangente, incluindo também os municípios de Arouca, Oliveira de Azeméis, Santa Maria da Feira, São João da Madeira, Vale de Cambra e Trofa.

Mostrar outros destaques
 ver·editar Artigo em destaque
Praia do Mar Belo
Espinho é uma cidade situada na sub-região do Grande Porto e integrada na Grande Área Metropolitana do Porto. É sede de um pequeno município, com 21,42 km² de área e 33 701 habitantes (2001), subdividido em 5 freguesias.

No período pré-romano na região existia um castro, o chamado Castro de Ovil, que assentava numa pequena colina de forma circular rodeada por um fosso a Norte e Nascente e por uma ribeira a Sul e Poente, que actualmente se encontra na Freguesia de Paramos. Na origem moderna de Espinho está um grupo de pescadores que aí se estabeleceram pela grande abundância de peixe, pernoitando em abrigos improvisados. O concelho foi criado em 1899, por desmembramento de Santa Maria da Feira.

Espinho é cidade famosa pela sua centenária feira, gastronomia e pelas várias possibilidades nas áreas do turismo e lazer, nomeadamente pelo seu casino (imagem). A feira semanal é a maior do país, realizando-se todas as segundas-feiras, ocupando uma grande extensão da Avenida 24, desde o centro da cidade à freguesia de Silvalde. Aí pode-se encontrar uma grande variedade de produtos, designadamente legumes, frutos, peixe e vestuário.

 ver·editar Citações
Afinal, o Porto, para verdadeiramente honrar o nome que tem, é, primeiro que tudo, este largo regaço aberto para o rio, mas que só do rio se vê, ou então, por estreitas bocas fechadas por muretes, pode o viajante debruçar-se para o ar livre e ter a ilusão de que todo o Porto é a Ribeira.
 ver·editar Biografia em destaque
Rui Veloso
Rui Veloso (Lisboa, 30 de Julho de 1957) é considerado por muitos como o pai do rock português, movimento musical surgido no início da década de 1980, mas foi como intérprete de blues que começou a sua carreira.

Toca harmónica desde os 6 anos. Diz-se apreciador de Eric Clapton e de B.B. King, com quem actuou por duas vezes no Coliseu do Porto . A sua obra é notável e foi já reconhecida pelo Estado Português com a atribuição da Grã-Cruz da Ordem do Infante. É o segundo nome da música portuguesa que mais páginas tem destinadas na Enciclopédia da Música Portuguesa, só ultrapassado por Amália Rodrigues.

É responsável por muitas das canções que fazem parte das lembranças de cada português como Chico Fininho, Porto Sentido, Não Há Estrelas No Céu, Sei de Uma Camponesa, A Paixão (Segundo Nicolau da Viola) entre tantos outros êxitos. Em 2006 cumpriu os 25 anos de carreira, brindando o público com três concertos, dois no Coliseu do Porto e um no Pavilhão Atlântico.

 ver·editar Sabia que...

Aprfabrica.jpg

 ver·editar Imagens em destaque
 ver·editar Portais relacionados
 ver·editar Outros portais