Escola de Edessa

artigo de lista da Wikimedia

A Escola de Edessa (em siríaco: ܐܣܟܘܠܐ ܕܐܘܪܗܝ) ou Escola dos Persas foi um estabelecimento de ensino teológico do mundo sírio. Localizava-se na antiga cidade de Edessa (atual cidade de Sanliurfa, no sul da Turquia).[1][2][3] Foi provavelmente fundada no século II d.C. pela dinastia Abgar. Em 363, Nísibis, uma cidade síria a leste de Edessa, foi capturada pelos persas sassânidas, fazendo com que os professores da escola de Nísibis, incluindo Efrém, o Sírio, fossem para a Escola de Edessa, enriquecendo-a com novos conhecimentos e energias.[3] Quando Efrém assumiu a diretoria da escola, o prestígio dela aumentou ainda mais.[1][2]

Escola de Edessa
Informação
Localização Edessa, Império Romano do Oriente
Tipo de instituição Estabelecimento de ensino teológico
Fundação Séc. II d.C.

No ano 489, o arcebispo Ciro, sob a ordem do imperador bizantino Zenão, ordenou o fechamento da escola, empurrando os professores e alunos de volta a Nísibis. As razões para isso foram que ensinos nestorianos haviam sido introduzidos na escola, levando muitos a aceitar o nestorianismo. A Igreja Bizantina expulsou os nestorianos em 489, fazendo com que eles se estabelecessem na Pérsia zoroastriana.[4]

Era formada por uma tradição erudita que realizava trabalhos teológicos e exegéticos (Teodoro foi o primeiro exegeta) com base na estrutura de pensamento de Teodoro de Mopsuéstia. [1][5]

Ver TambémEditar

ReferênciasEditar

  1. a b c «The School of Edessa». www.nestorian.org. Consultado em 31 de dezembro de 2022 
  2. a b حبيب, بدر، (2005). Christianity: A History in the Middle East (em inglês). [S.l.]: Middle East Council of Churches, Studies & Research Program 
  3. a b Drijvers, Hendrik Jan Willem; MacDonald, Alasdair A. (1995). Centres of Learning: Learning and Location in Pre-Modern Europe and the Near East (em inglês). [S.l.]: BRILL 
  4. Meyendorff, John (1989). Imperial Unity and Christian Divisions: The Church, 450-680 AD (em inglês). [S.l.]: St. Vladimir's Seminary Press 
  5. (Walker, Williston. A História da Igreja Cristã. 3ª ed. ASTE: São Paulo - 2006.