Diferenças entre edições de "Yaquis"

9 bytes removidos ,  19h35min de 16 de dezembro de 2011
m
clean up e ajustes utilizando AWB
m (clean up e ajustes utilizando AWB)
[[Image:Yaqui indians.jpg|thumb|right|Yaquis 1910]]
Os '''Yaqui''' ou '''Yoeme''' são um tribo [[Povos nativos dos Estados Unidos|indígena dos Estados Unidos e do México]] que vivia originalmente no vale do [[rio Yaqui]] no norte do estado [[México|mexicano]] de [[Sonora]]. Muitos deles ainda vivem nessas terras, mas á aqui alguns deles no [[Arizona]] (EUA), em conseqüênciaconsequência de guerras ocorridas ente os Yaqui e o governo do [[México]]
==Nome==
Os Yaqui chama a si próprios de "Yoreme, " palavra da [[língua yaqui]] para pessoa ("yoemem" ou "yo'emem" - "pessoa"). Eles chama sua terra de "Hiakim, " daí alguns estudiosos concluírem ser essa a origem do nome Yaqui. Também se descrevem como sendo Nação Hiaki Nation ou Pascua Hiaki.
==Estilo de vida==
No passado, os Yaqui subsistiam da [[agricultura]], cultivando [[milho]], [[feijão]] e “squash” (uma [[cucurbitaceae)]]), como muitos nativoes da região. Os yaqui que viviam na região do [[rio Yaqui]] e nas areas litorâneas de [[Sonora]] e [[Sinaloa]] também [[pesca|pescavam]]vam, além de cultivar terras. Os yaqui confeccionam também produtos em [[algodão]]. Eles foram também conhecidos por sua estatura elevada.<ref>Spicer, E. H. 1980. The Yaquis: A Cultural History. University of Arizona Press, Tucson, AZ.</ref>
 
==Cosmologia e religião==
Os Yaquis nunca foram conquistados militarmente pelos [[Espanha|espanhóis]], tendo derrotado em batalhas sucessivas expedições dos [[conquistadores]]. Porém, houve sucesso dos [[Jesuítas]] na [[Cristianismo|cristianização]] dos Yaquis, que foram convencidos as se estabelecer em oito cidades: [[Pótam]], [[Vícam]], [[Tórim]], [[Bácum]], [[Cócorit]], [[Huirivis]], [[Benem]] e [[Rahum]].
 
Por muitos anos, Os Yaquis viveram em paz seu bom relacionamento como os [[missionário]]s [[jesuítas]]. Com isso foram obtidas vantagens mútuas: Os Yaquis puderam desenvolver uma economia produtiva e os missionários foram capazes de aplicar o bem estar criado para estender suas atividades de catequese mais para o norte. Em 1730 o governo colonial espanhol começou a alterar essas relações, expulsando os Jesuítas de [[Sonora]]. Isso desagradou muito os Yaquis e houve várias rebeliões. Além disso, os novos missionários, os [[Franciscanos]], nunca chegaram a se tornar líderes religiosos do povo yaquis, deixando os mesmos sem laços religiosos ocidentais.<ref>Ciclo da Conquista: Os impactos de Espanha, México e Estados Unidos sobre os índios do sudoeste. 1533-1960 Edward H. Spicer (1967), University of Arizona Press, Tucson, AZ. </ref>
 
Nos anos 1820, o líder yaquis Juan Banderas (executado em 1833) pretendeu unir as tribos Mayo, [[Opata (povo)|Opata]] e [[Pima]] aos Yaquis, para formar uma aliança e se separar do [[México]], mas os esforços não deram resultado. A nação Yaqui sofreu muito nas mãos das forças armadas mexicanas, tendo havido um massacre 1868, quando 150 yaquis foram queimados vivos numa igreja pelos militares.
 
Outro significativo e também mal sucedido movimento pela independência foi liderado pelo liderlíder yaquis [[Cajemé]] nos anos 1880. existe a municipalidade de [[Cajeme (Sonora)]], cujo nome homenageia o líder. Depois dessa guerra, os yaquis sofreram muita brutalidade durante o regime de [[Porfirio Díaz]], que implementou uma política de transferência étnica para transferi-los de [[Sonora]] e desencorajar imigrações vindas da [[Europa]] e dos [[Estados Unidos]]. Centenas de milhares de Yaquis foram transferidos de Sonora para a [[península de Iucatã]], onde alguns foram escravizados para trabalhar na agricultura, tendo muitos morrido pelas péssimas condições de trabalho. Assim, muitos yaquis fugiram para os Estados Unidos.
==Estados Unidos==
Em 8 de janeiro de 1918, o 10° Regimento de [[Cavalaria]] Americano se envolveu na batalha de Bear Valley (próximo a [[Nogales (Arizona)]]). A tropa “E” interceptou um grupo de Yaquis americanos que iam ajudar os Yaquis de Sonora nas suas batalhas contra o governo mexicano.<ref>{{citecitar web | url = http://www.hood.army.mil/4id_1-10cavalrysquadron/sqdrnhist.htm | titletítulo = 10th Cavalry Squadron History | publisher publicado= US Army}}</ref> Em 1964, os Yaquis receberam 202 [[Acre (unidade)|acre]]s (817.000 m²) de terras do Governo Norte-Americano nas proximidades de [[Tucson]] e a tribo Pascua Yaquis foi reconhecida pelos EUA em 18.09.1978.
 
Os Yaquis estavam estabelecidos no sudoeste dos [[Estados Unidos]] até as incursões de soldados e missinários espanhóis no século XVIII. A história e as tradições orais Yaquis indicam que com toda certeza havia pequenos assentamentos yaquis na região séculos antes da chegada dos europeus. A cidade de [[Tubac]], [[Arizona]], tem Yaquis em sua guarnição militar de [[hispânicos]]. Muitas comunidades Yaquis existiram no Arizona desde o século XIX: A reserva indígena de Pascua Pueblo fica no noroeste de [[Tucson]] e a de Hu'upa no sul (foi absorvida pelas áreas Freeway e Valencia de Tucson); [[Marana (Arizona)]] tem muitos assentamentos yaquis.
 
==Hoje==
Ao final dos anos 1960, muitos Yaquis, dentre eles Anselmo Valencia Tori e Fernando Escalante, começaram a desenvolver um trecho de terras com cerca de 8 &nbsp;km² a leste do assentamento, chamando o mesmo de “New Pascua]” ou “Pascua Nuevo”. Esse novo assentamento tem hoje um população de 4 mil pessoa e é o centro administrativo da [[tribo]]. A maioria da população madura de New Pascua usa o [[língua inglesa|inglês]], [[língua castelhana|espanhol]] e alguns usam ainda o [[língua yaqui|yaqui]]. Os mais velhos falam fluentemente o yaquis e há muitos jovens aprendendo a língua.
 
Muitos yaquis se deslocaram mais para o norte, para a área de [[Tempe (Arizona)|Tempe]], um local chamado [[Nossa Senhora de Guadalupe]]. Mais tarde, esse local passou a ser chamado [[Guadalupe (Arizona)]]. E hoje mais de 44% da população é de etnia [[povos ameríndios|ameríndia]], muitos deles falando as três línguas (Ing, Esp, Yaqui)
* Roy Benavidez, Notável membro dos [[MACV-SOG]] ([[Guerra do Vietnã]]). Ganhou “Medalha de Honra por suas ações no leste do [[Camboja]].
* Rod Coronado, eco-anarquita, ativistas dos direitos dos animais.
* María Félix, atriz [[México|Mexicana]] muito conhecida na “Era de Ouro do [[Cinema do México|Cinema Mexicano]]”
* [[Don Juan Matus]], [[bruxaria|bruxo]] de Sonora, México (dos livros de [[Carlos Castaneda]])
* [[Ritchie Valens]] (Ricardo Valenzuela), Yaqui Mexicano/Americano de ascendência espanhola, cantor, compositor e guitarrista. Muito conhecido por sua versão de [[La Bamba (canção)]].
* Phil Ortega – jogador profissional de [[Baseball]]
* Hector O. Valencia, flautista, artista e artesão, fazia [[mocassim|mocassins]], [[caçadores de sonhos]]] e [[bengala (acessório)|bengalas]]. Combateu pelos [[Estados Unidos]] na [[Guerra da CoréiaCoreia]].
* Alvaro "Yaqui" Lopez, [[boxe|pugilista]] meio pesado. Está no “Boxing Hall of Fame” de [[Stockton]], CA. <ref>http://www.thesweetscience.com/boxing-article/5425/yaqui-lopez-finally-gets-his-due/</ref>
 
=={{Referências==}}
 
{{Reflist}}
==Referências{{Ligações externas}}==
* [http://www.pascuayaqui-nsn.gov/ Website official do “Pascua Yaqui Government”]
* [http://hemi.nyu.edu/cuaderno/yoeme/content.html Website não official dos Yoemem/Yaquis do México]
* [http://www.ubu.com/ethno/poems/flower.html 15 Flower World Variations] – adaptado por Jerome Rothenberg das Canções de Danças do Cervo
* {{en}}{{es}} [http://hemi.nyu.edu/cuaderno/yoeme/content.html Vachiam eecha] Cadernos sobre Yaqui
* [http://www.2id.org/2-38-v.htm Hector O. Valencia's War Record]
* [http://www.whitepages.com/search/Replay?facebook_count=0&linkedin_count=0&lower=4&more_info=1&search_id=20141381668485022896&search_type=findperson&twitter_count=0 Hector O. Valencia's proof of residence]
 
[[Categoria:Povos nativos dos Estados Unidos]]
[[Categoria:História do Arizona]]
163 206

edições