Diferenças entre edições de "Santuário dos grandes deuses de Samotrácia"

sem resumo de edição
m (A migrar 1 interwikis, agora providenciados por Wikidata em d:q1791563)
[[Imagem:Plan Samothrace sanctuary-en.svg|200px|right|thumb|Planta do santuário, com a cronologia das construções]]
O panteão dos ''grandes deuses'' consiste de numerosas deidades ''chthonic'', na maioria anteriores à chegada dos colonos gregos, no século VII aC., reagrupados ao redor da figura central da ''Grande Mãe''.
* A '''Grande Mãe''', deusa frequentemente registrada em [[moeda]]s de Samotrácia como uma mulher sentada, com um leão ao seu lado. Seu nome secreto original era '''Axiéros'''. Associada com a Grande Mãe da [[Anatólia]], com [[Cibele]],a deusa da [[Frígia]], e com a deusa màe de [[Troia]] do monte Ida. Os gregos associaram suas qualidades à deusa da fertilidade [[DemeterDeméter]]. A Grande Mãe é a toda-poderosa senhora do mundo selvagem das montanhas, venerada sobre as rochas sagradas onde eram oferecidos sacrifícios. Dentro do santuário de Samotrácia, seus altares correspondem a porfírias, afloramentos rochosos de várias cores (vermelho, verde,azul ou cinza). Para seus fiéis, seu poder também se manifestava em veios de ferritas [[magnetismo|magnéticas]], de que faziam anéis que usavam como forma de identificação. Alguns exemplares foram encontrados no cemitério vizinho ao santuário.
* Em Samotrácia se veneravam também Hecate, com o nome de '''Zerynthia''', e [[Afrodite]]-'''Zerynthia''', duas importantes divindades, com igual devoção. Ali esse culto se distanciou do da Grande Màe e se identificou mais com divindades mais familiares aos gregos.
* '''Kadmylos''', o esposo de Axieros, é um deus da fertilidade identificado pelos gregos com [[Hermes]], uma divindade cujos símbolos eram uma cabeça de carneiro e um bastão (kerykeion), um evidente símbolo fálico, e que pode ser encontrado com alguma frequência.