Diferenças entre edições de "Abaiube Alançari"

37 bytes removidos ,  00h16min de 14 de dezembro de 2013
ajustes de links condicionais desnec., etc., test, removed: ░ utilizando AWB
m (ajustes de links condicionais desnec., etc., test, removed: ░ utilizando AWB)
(ajustes de links condicionais desnec., etc., test, removed: ░ utilizando AWB)
[[Imagem:Eyupsultan.JPG|thumb|290px|''[[Türbe]]'' (mausoléu) de Abu Ayyub al-Ansari em [[Istambul]], [[Turquia]]]]
 
'''Abu Ayyub al-Ansari''' ({{Langx|ar|<big>أبو أيوب الأنصاري</big>}}; {{Langx|tr|'''Ebu Eyyûb el-Ensarî''' ou '''Eyüp Sultan'''}}) ([[Medina]], 576? — [[Constantinopla]], 672 ou 674?) foi um dos companheiros (<big>الصحابه</big>; ''[[sahaba]]'') de [[Maomé]] e um dos ''[[ansar]]'' (<big>{{langp|ar|الأنصار</big>)}}, ou seja, ajudante ou patrono da história [[Islão|muçulmana]] primitiva, ou um dos que apoiaram Maomé depois da ''[[Hégira]]'' (migração) para [[Medina]] em 622. "Abu Ayyub" significa "Pai de Ayyub".
 
O nome de nascimenro de Abu Ayyub era '''Khalid ibn Zayd ibn Kulayb in Yathrib''' ou '''Khalid ibn Zayd ibn Kulayb ibn Tha'laba''' (<big>{{langp|ar|عوف بن غنم بن مالك بن النجار الأنصاري الخزرجي</big>)}}. Era membro do [[clã]] de [[judeus]] [[Banu Najjar]], da [[tribo]] [[Banu Khazraj]], com a qual Maomé era aparentado. A sua fama está ligada à sua qualidade de ''{{ilc|muhaddis||muhaddith}}'' (estudioso do ''[[hadith]]'', a história e direito islâmicos) e foi popularizado por um grande número de ''hadiths'' ("episódios") realcionados com o Profeta e a devoção a este. Abu Ayyub foi um dos primeiros convertidos.
 
Quando Maomé chegou a Medina, todos os habitantes daquela cidade lhe ofereceram alojamento, mas ele quis ficar com os Banu Najjar, com os quais eles era vagamente aparentado. Depois de ter indagado quem poderia ser o seu familiar mais próximo entre os Banu Najjar, Maomé foi apresentado a Abu Ayyub al-Ansari, com que ficaria durante sete meses.<ref>Narração Anas bin Malik, Sahih Bukhari, vol. 5, livro 58, nº 269</ref> Segundo outra versão, Abu Ayyub foi dos primeiros habitantes de Medina a oferecer a sua casa a Maomé. A casa do profeta em Medina foi construída ao lado da de Abu Ayyub, onde também se ergueu a primeira mesquita do [[Islão]], onde está sepultado Maomé e os dois primeiros [[califa]]s.
Participou igualmente na conquista muçulmana do [[Egito]] liderada por [[Amr ibn al-As]] (<big>عمرو ابن العاص</big>), após o que o califa [[Ali ibn Abi Talib|Ali]] o convidou para ser governador, cargo que ele recusou para ir apoiar os muçulmanos do [[Iraque]], onde participou em todas as batalhas comandadas por Ali. Durante o reinado de Muawiyah esteve num ataque a [[Chipre]].
 
Segundo outras fontes, Abu Ayyub viveu durante algum tempo numa casa em [[Fustat]], então a capital do Egito, adjacente à mesquita de [[Amr ibn al-As]], cuja construção terminou em 642. Vários companheiros notáveis do profeta eram seus vizinhos, incluindo [[Zubair ibn al-Awwam]], Ubaida, Abu Zar, {{ilc||[[Abdullah ibn Umar|`Abd Allah ibn `Umar}}]] e Abdullah ibn Amr bin Al'aas.<ref>Masud ul-Hasan, Hadrat 'Umar Farooq, Islamic Publications Ltd. Lahore 1982</ref>
 
==Última campanha militar==
*{{Tradução/ref2||en|Abu Ayyub al-Ansari|442889279|it|Abu Ayyub al-Ansari|40238409}}
 
*{{Citar livro|autor=[[al-Tabari]]|coautor=trad. [[Michael G. Morony]]|título=History|editora=Suny|lingua2lingua3=en|ano=1987|local=Albany|volume=18 - Between Civil Wars: The Caliphate of Mu'awiyah}}
 
*{{Citar livro|autor=Ali ibn al-Athir|título=Usd al-ghāba fi maʿrifat al-Ṣahāba}}
 
*{{Citar livro|sobrenome=Gabrieli|nome=Francesco|título=Maometto in Europa|editora=Mondadori|lingua2lingua3=it|ano=1982|local=Milão}}
 
*{{Citar web|url=http://alislaah2.tripod.com/caliphs/id9.html|datali=11 de agosto de 2011|titulo=9. Abu Ayyub Al-Ansari (R.A.)|acessodata=11 de agosto de 2011|obra=alislaah2.tripod.com|publicado=Al-Islaah Publications|lingua3=en|arquivourl=http://web.archive.org/web/20090219034452/http://alislaah2.tripod.com/caliphs/id9.html|arquivodata=19 de fevereiro de 2009}}
136 695

edições