Diferenças entre edições de "Fernando Capez"

2 446 bytes removidos ,  02h05min de 20 de abril de 2014
m
Foram revertidas as edições de Roggero para a última revisão de Lord Mota, de 00h49min de 16 de abril de 2014 (UTC)
m (Foram revertidas as edições de Roggero para a última revisão de Lord Mota, de 00h49min de 16 de abril de 2014 (UTC))
}}
'''Fernando Capez''' ([[São Paulo (cidade)|São Paulo]], [[22 de março]] de [[1964]]) é um professor, jurista e político brasileiro.<ref name="Dados">{{Citar web | url=http://noticias.uol.com.br/politica/politicos-brasil/2010/deputado-estadual/22031964-fernando-capez.jhtm#resultado|título=Dados sobre todos os candidatos de 2010 e de eleições anteriores|acessodata=04/01/2014|autor=|data= 2010|formato= |publicado= UOL - Políticos do Brasil|páginas=|língua=|citação=}}</ref>
 
==Carreira Jurídica==
===Formação===
Fernando Capez é bacharel em Direito, formado pela Universidade de São Paulo em 1986. Mestre em Direito Penal pela Universidade de São Paulo tendo obtido este título no ano de 2001. Em 2008, obteve o doutorado em direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É professor concursado da Academia de Polícia de São Paulo desde 2012.<ref>http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?metodo=apresentar&id=K4245615T8</ref>
===Ministério Público===
É procurador de justiça do Ministério Público de São Paulo, tendo ingressado na carreira em 08 de janeiro de 1988, mediante concurso público de provas e títulos, no qual obteve a primeira colocação. Foi promotor de justiça titular do Primeiro Tribunal do Júri da Capital e promotor de justiça titular da Promotoria de Justiça da Cidadania, na qual se destacou pelo combate à violência das torcidas organizadas e à chamada "Máfia do Lixo". Encontra-se licenciado de seu cargo para o exercício do mandato de deputado estadual.<ref>http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?metodo=apresentar&id=K4245615T8</ref>
===Carreira Política===
Em 2006 foi eleito Deputado Estadual pelo PSDB com 95.101 votos. Em 2010 foi um dos três Deputados Estaduais mais votados, sendo reeleito com 214.592 votos. Em seu primeiro mandato foi presidente da Comissão de Constituição e Justiça por dois biênios. Atualmente é vice-presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.
Presidiu as CPIs da Violência contra a mulher, da cartelização do mercado de autopeças e do transporte aéreo. É autor da lei 14471/2011 que proíbe hospitais e clínicas particulares de exigir cheque caução em casos de emergência e também do pedido que levou a criação do Grupo Especial de Combate à Violência Animal do Ministério Público de São Paulo. É presidente da Frente Parlamentar de Combate à AIDS e Hepatites Virais. Entre projetos de lei e proposições contabiliza mais de 360 iniciativas. <ref>http://www.fernandocapez.com.br/fernando-capez/fernando-capez/</ref>
===Bibliografia===
Publicou 53 livros Jurídicos pela Editora Saraiva, com destaque para "Curso de Processo Penal", "Curso de Direito Penal (4 Volumes)", "Prática Forense Penal" e "Limites Constitucionais à Lei de Improbidade". <ref>http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?metodo=apresentar&id=K4245615T8</ref>
==Controvérsias==
===Nepotismo===
87 790

edições