Abrir menu principal

Alterações

10 bytes removidos ,  01h08min de 11 de julho de 2014
sem resumo de edição
'''Devadatta''' (em Sânscrito, Pali e Japonês: ''Daibadatta''). Filho de [[Dronodana]] (ou Amritodana), irmão de [[Ananda]] e primo de [[SiddharthaSidarta Gautama]] (o [[Buda]]), de quem se tornou, inicialmente, um discípulo e, posteriormente, inimigo.
 
Nas escrituras budistas ele é descrito como um homem perverso, que intenta matar o Buda e destruir a Ordem Budista. Quando ambos eram jovens (antes de SiddharthaSidarta dedicar-se a uma vida religiosa), diz-se que ele matou um elefante branco que Gautama lhe havia presenteado, e que disputou com o primo a mão de [[Yashodhara]], que viria a se casar com o futuro Buda. Mas quando SiddharthaSidarta retirou-se da vida mundana e alcançou a iluminação, Devadatta converteu-se em um de seus discípulos.
 
Não tardou, porém, para que Devadatta, por inveja do prestígio de seu primo, viesse a se rebelar contra sua liderança, e promovesse a secessão na Ordem Budista, levando consigo um certo número de monges. Além disso, incentivou [[AjatashatruAjatasatru]], príncipe de [[MagadhaMágada]], a destronar seu pai, o Reirei [[BimbisiraBimbisara]], que era patrocinador do Buda.
 
Com o apoio do novo rei, Devadatta tentou, várias vezes, matar o Buda, mas como resultado de seus atos perversos, sua vida tornou-se um inferno e os monges que o haviam acompanhado, retornaram à Ordem Budista.