Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 03h45min de 1 de maio de 2015
recicl, rev, refs
[[Imagem:Erhard Reuwich Sarazenen 1486.png|thumb|Uma ilustração de "sarracenos" numa ilustração do ''Peregrinatio in terram sanctam'', de [[Bernardo de Breidenbach]], de 1486]]
{{Sem-fontes|data=setembro de 2012}}
'''Sarracenos''' (do [[língua grega{{ling|grego]]el}} {{transl2||el|σαρακηνοί||''sarakenoi''}})<ref name=eb /> era uma das formas comusada que ospelos [[cristãos]] da [[Idade Média]] designavampara designarem, equívoca e genericamente, os [[Povo árabe|árabes]] ou os [[muçulmanos]].{{ref aulete|sarraceno}} Em {{ling|pt}} o termo é usualmente aplicado especificamente aos árabes que [[Al Andalus|dominaram]] a [[península Ibérica]].{{ref infopedia dic|sarraceno}} As palavras "[[islã|islão]]" e "muçulmano" só foram introduzidas nas línguas europeias no [[século {{séc|XVII]]}}. Antes disso utilizavam-se expressões como "lei de [[Maomé]]", maometanos, agarenos (descendentes de [[Agar (Bíblia)|Agar]]), [[mouromouros]]s, etc.{{carece de fontes|hist-eu|hist-mo|data=setembro de 2012}}
[[Ficheiro:Jean-Léon Gérôme 016 Pelt.jpg|thumb]]
'''Sarracenos''' (do [[língua grega|grego]] ''sarakenoi'') era uma das formas com que os [[cristãos]] da [[Idade Média]] designavam, equívoca e genericamente, os [[Povo árabe|árabes]] ou os [[muçulmanos]]. As palavras "[[islã|islão]]" e "muçulmano" só foram introduzidas nas línguas europeias no [[século XVII]]. Antes disso utilizavam-se expressões como "lei de [[Maomé]]", maometanos, agarenos (descendentes de [[Agar]]), [[mouro]]s, etc.
 
Entretanto, segundo o filósofo e antropólogo [[Youssef Seddik]], os homens não muçulmanos, que, durante séculos após o surgimento do Islã, não tinham o direito de se nomear árabes, chamavam então a si próprios "sarracenos" ou "pagãos".
 
== História ==
O termo surgiu na [[Antiguidade]] e até ao {{DC|século III||n}} designava uma [[tribo]] que vivia no [[Sinai]]<ref name=eb /> ou, mais genericamente, as populações que viviam em áreas de [[deserto]] na [[província romana]] da [[Arábia Pétrea]] ou suas vizinhanças, nomeadamente no noroeste da [[Arábia|península Arábica]] e norte do [[Sinai]], e que se distinguiam dos árabes.<ref name=dan /><ref name=retso />
 
A [[etimologia]] provável é a palavra {{ling|ar}} {{transl2||ar|شرقيين|&nbsp;(|sharqiyyin}}; "orientais"). Mais tarde, os súbditos do império que falavam grego estenderam a palavra a todos os árabes. Segundo fontes francesas medievais, o termo ''sarrasins'' surge a partir da invasão muçulmana rechaçada na [[Batalha de Poitiers (732)|batalha de Poitiers]] (732) e da fixação das fronteiras do [[ImperioImpério Carolíngio]]. Especialmente na época das [[Cruzada]]s, o termo estendeu-se a todos os muçulmanos - particularmente aos que invadiram a [[Sicília]], no sul da [[Península Itálica|Itália]], e a [[Penínsulapenínsula Ibérica]]. Na cronística antiga ocidental, o termo "Império Sarraceno" foi muitas vezes usado para referir-se ao primeiro califado árabe, governado pelas dinastias [[Califado Omíada|omíada]] e [[Califado Abássida|abássida]].{{carece de fontes|hist-eu|hist-mo|data=setembro de 2012}}
 
Entretanto, segundoSegundo o filósofo e antropólogo [[Youssef Seddik]], os homens não muçulmanos, que, durante séculos após o surgimento do Islã, não tinham o direito de se nomear árabes, chamavam então a si próprios "sarracenos" ou "[[Paganismo|pagãos]]".{{carece de fontes|hist-eu|hist-mo|data=setembro de 2012}}
 
Em alguns textos [[Cristianismo|cristãos]], é proposta uma outra etimologia, provavelmente falsa, ou seja "sem Sara" ("Sara sine") - aludindo ao episódio bíblico da rivalidade entre [[Agar (bíblia)|Agar]] (mãe de [[Ismael]], tradicionalmente considerado como o ascendente primordial dos árabes) e [[Sara]] (que gerou, segundo a tradição bíblica, o [[povo hebreu]]).{{carece de fontes|hist-eu|hist-mo|data=setembro de 2012}}
 
{{Referências|refs=
 
<ref name=eb>{{Citation|title=[[Encyclopædia Britannica]]|chapter=Saracen|publisher=www.britannica.com|lingua3=en|url=http://www.britannica.com/EBchecked/topic/523863/Saracen|accessdate=1 de maio de 2015}}</ref>
 
<ref name=dan>{{Citation|last=Daniel|first=Norman|year=1979|title=The Arabs and Mediaeval Europe|publisher=Longman|lingua3=en|page=53|isbn=9780582780880}}</ref>
Nos primeiros séculos do [[Império Romano]], o termo foi usado para designar um povo [[nômade]] [[árabe]] pré-islâmico, que habitava os [[deserto]]s situados entre a [[Síria]] e a [[Arábia]], no [[Sinai]] ou no [[Iêmen]]. A [[etimologia]] provável é a palavra [[Língua árabe|árabe]] ''شرقيين sharqiyyin'' ("orientais"). Mais tarde, os súbditos do império que falavam [[língua grega|grego]] estenderam a palavra a todos os [[árabes]].
 
<ref name=retso>{{Citation|last=Retsö|first=Jan|year=2003|title=The Arabs in Antiquity: Their History from the Assyrians to the Umayyads|publisher=Routledge|lingua3=en|page=505–508|isbn=9780700716791|url=http://books.google.pt/books?id=pUepRuQO8ZkC|accessdate=1 de maio de 2015}}</ref>
Segundo fontes francesas medievais, o termo ''sarrasins'' surge a partir da invasão muçulmana rechaçada na [[batalha de Poitiers]] (732) e da fixação das fronteiras do [[Imperio Carolíngio]]. Especialmente na época das [[Cruzada]]s, o termo estendeu-se a todos os muçulmanos - particularmente aos que invadiram a [[Sicília]], no sul da [[Itália]], e a [[Península Ibérica]]. Na cronística antiga ocidental, o termo "Império Sarraceno" foi muitas vezes usado para referir-se ao primeiro califado árabe, governado pelas dinastias [[Califado Omíada|omíada]] e [[Califado Abássida|abássida]].
 
}}<!--fim refs-->
Em alguns textos [[Cristianismo|cristãos]], é proposta uma outra etimologia, provavelmente falsa, ou seja "sem Sara" ("Sara sine") - aludindo ao episódio bíblico da rivalidade entre [[Agar (bíblia)|Agar]] (mãe de [[Ismael]], tradicionalmente considerado como o ascendente primordial dos árabes) e [[Sara]] (que gerou, segundo a tradição bíblica, o [[povo hebreu]]).
 
{{Commonscat|Saracens}}
== {{Ver também}} ==
{{limpar}}
* [[Mouros]]
{{esboço-história}}
 
[[Categoria:Muçulmanos nas cruzadas]]
[[Categoria:Árabes]]
[[Categoria:Muçulmanos nas cruzadas]]