Diferenças entre edições de "Alberto II da Áustria"

19 bytes adicionados ,  23h25min de 13 de julho de 2015
m
Ajustes LI e +semi-automáticos (rjc.2.2.0), test, replaced: {{falecimento| → {{morte|, [[Ficheiro: → [[Imagem: utilizando AWB
m (Ajustes LI e +semi-automáticos (rjc.2.2.0), test, replaced: {{falecimento| → {{morte|, [[Ficheiro: → [[Imagem: utilizando AWB)
{{Sem infocaixa|Nobre}}
[[Ficheiro:Albert II of Habsburg.jpg|thumb|150px|right| Representação de Alberto II num vitral .]]
{{Sem-fontes||bioh|hist-eu|data=julho de 2015}}
[[FicheiroImagem:Albert II of Habsburg.jpg|thumb|150px|rightdireita| Representação de Alberto II num vitral .]]
 
'''Alberto II da Áustria''' ({{dni|lang=pt|12|12|1298|si}} — {{morte|lang=pt|16|8|1358}}), cognominado ''o Sábio'' , foi duque da [[Anexo:Lista de soberanos da Áustria|duque da Áustria]].
 
== Vida ==
Alberto II nasceu em [[Habsburgo (Suíça)|Habsburgo]], filho de [[Alberto I da Germânia]], [[Rei dos Romanos|''Rex Romanorum'']], e de [[Isabel de Gorizia-Tirol]].
 
Ele tornou-se no governante de todas as terras da [[Casa de Habsburgo]], conjuntamente com o seu irmão mias novo, [[Otão I da Áustria|Otão, o Feliz]] em 1330. Entretanto, Alberto conseguiu aumentar ainda mais o território dos Habsburgo com a herança do território pertencente à esposa Joana, composta pelo Condado de [[Pfirt]] e algumas cidades.
 
Além disso, Alberto teve sucesso na sua aclamação como duque da [[Anexo:Lista dos duquesduque da Caríntia|Caríntia]] e [[Carniola]], derrotando o seu rival, [[João I da Boémia]]. Reflectindo a sua reputação, o [[Papa Bento XII]], em 1335, pediu-lhe para intervir no conflito entre a Igreja e o Imperador [[Luís IV, Sacro Imperador Romano-Germânico|Luís IV]]. Dois anos depois, o Rei [[Filipe VI de França]] pediu-lhe ajuda contra o Imperador Luís e o Rei [[Eduardo III de Inglaterra]]. Porém, Alberto manteve-se fiel ao Imperador até à morte dele.
 
Ele estabeleceu a "lei de sucessão albertiniana" (''Albertinische Hausordnung'') para determinar as leis de sucessão nas terras austríacas. Esta lei foi desvalorizada até ao século XV, quando foi renovada pelo Imperador [[Maximiliano I, Sacro Imperador Romano-Germânico|Maximiliano I]]. Adoptada como parte da [[Pragmática Sanção]], esta lei manteve-se, efectivamente, como uma das leis básicas da Áustria até 1918.
 
Alberto começou a construção do Coro [[Arquitetura gótica|Gótico]] na [[Catedral de Santo Estêvão (Viena)|Catedral de Santo Estêvão]], em [[Viena]], conhecido como o ''Coro Albertiniano''. Foi especulado que Alberto teve uma paralisia temporária (explicando outro cognome atribuído: "Alberto o Coxo") causado por[[Artrite reumatoide]].
 
Alberto faleceu em Viena em 1358 e foi sepultado num mosteiro que ele próprio fundou, [[Kartause Gaming]] na Baixa Áustria.
Alberto casou-se, a 15 de Fevereiro de 1324, com a Condessa [[Joana de Pfirt]], filha do Conde [[Ulrique III de Pfirt]], e tiveram a seguinte descendência:
 
# [[Rodolfo IV da Áustria]] (1 de Novembro de 1339, [[Viena]] – 27 de Julho de 1365, [[Milão]]).
# [[Frederico III da Áustria]] (1347, Viena – 1362, Viena). Não casou e faleceu em descendência.
# [[Alberto III da Áustria]] (9 de Setembro de 1349, Viena – 29 de Agosto de 1395, [[Laxemburgo]]).
## [[Meinardo III de Gorizia-Tyrol]], em [[Passau]], a 4 de Setembro de 1359;
## [[João Henrique da Morávia]], em Viena, 1364.
 
 
{{começa caixa}}
{{s-bef| antes = [[Leopoldo I, Duque da Áustria|Leopoldo I]] }}
{{s-ttl| titulo = [[Lista de soberanos da Áustria|Duque da Áustria]]<br /> com Otão III 1330–1339 <br />[[Frederico II, Duque da Áustria|Frederico II]] e [[Leopoldo II, Duque da Áustria|Leopoldo II]] 1339-1344
| anos = 1330–1358 }}
{{s-aft| depois = [[Frederico III da Áustria]] e [[Rodolfo IV da Áustria|Rodolfo IV]] ''(seus sucessores)'' }}
{{s-bef| antes = [[Henrique I da Boêmia|Henrique VI]] }}
{{s-ttl| titulo = [[Anexo:Lista dos duques da Caríntia|Duque da Caríntia]] <br /> com Otão III 1335-1339
|anos = 1335–1358 }}
{{s-aft|depois = [[Rodolfo IV da Áustria|Rodolfo II]] }}
{{termina caixa}}
 
141 794

edições