José Lino Grünewald: diferenças entre revisões

787 bytes adicionados ,  23 de setembro de 2015
sem resumo de edição
m (corrigindo ortografia; reciclando utilizando AWB)
{{Info/Escritor
|nome = José Lino Grünewald
|imagem =
|imagem_tamanho =
|imagem_legenda =
|nome completo = José Lino Fabião Grünewald
|nascimento_data = {{dni|lang=br|13|2|1931|si}}
|nascimento_local = [[Rio de Janeiro]], [[Brasil]]
|morte_data = {{nowrap|{{morte|lang=pt|26|7|2000|13|2|1931}}}}
|morte_local =
|residência =
|nacionalidade = {{BRAb}} [[Brasileiro]]
|ocupação = [[Poeta]], [[tradutor]], [[crítico de cinema]] e [[jornalista]]
|obra-prima = ''O grau zero do escreviver''
|website =
|prémios = [[29º Prêmio Jabuti|Prémio Jabuti 1987]]
}}
'''José Lino Fabião Grünewald''' ([[Rio de Janeiro]], [[13 de fevereiro]] de [[1931]] - [[26 de julho]] de [[2000]]) foi um [[poeta]], [[tradutor]], [[crítico de cinema]], [[música popular brasileira]] e [[literatura]], e [[jornalista]] [[brasil]]eiro, sendo um dos participantes do grupo de poetas concretos [[Noigandres]].
 
== Obras ==
=== Traduções Publicadas ===
*''A Ideia do Cinema''. (Trad. e org.). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969. Ensaios de Walter Benjamin, Eisenstein, Godard, Merleau-Ponty, entre outros.
* Benjamin, Horkheimer, Adorno, Habermas. (Trad. e org.)São Paulo: Abril Cultural. Textos escolhidos. Coleção Os Pensadores.
* ''Grandes Poetas da Língua Inglesa do Século XIX''. (Trad. e org.) Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1988.
*Mallarmé, Stéphane. Igitur; ou, A loucura de Elbehnon. Rio Janeiro: Nova Fronteira, 1985. Ed. bilíngüe.
*Mallarmé, Stéphane. Poemas. (Trad. e org.). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1990. Ed. bilíngüe.
* Pound, Ezra. Cantos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2002.
=== Obra própria ===
* ''Um e dois''. 1958.
* ''Escreviver''. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1987.
* ''Carlos Gardel, lunfardo e tango''. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1994.
* ''Um Filme é um Filme: o *Cinema de Vanguarda dos Anos 60''. São Paulo: Companhia das Letras, 2001. Ruy Castro (org.)
* ''O Grau Zero do Escreviver''. São Paulo: Perspectiva, 2002. (Coletânea de uma parte relativamente pequena dos trabalhos literários do autor, organizada por José Guilherme Corrêa)
=== Antologias organizadas ===
* ''Grandes sonetos da nossa língua''. Organização de José Lino Grunewald. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1988.
* ''Bocage. Poemas''. Organização de José Lino Grunewald. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1988.
* ''Camões, Luís de. Líricas''. Organização de José Lino Grunewald. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.
* ''Os Poetas da Inconfidência''. Organização de José Lino Grunewald. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1989.
* Quental, Antero de. ''Antologia''. Organização de José Lino Grunewald. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1991.
* ''Pedras de Toque da Poesia Brasileira''. Organização de José Lino Grunewald. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1996.
* ''Escreviver''. São Paulo: Perspectiva, 2008. José Guilherme Correa (org. e prefácio) Augusto de Campos (contracapa)
 
{{Referências}}