Diferenças entre edições de "Toxoplasma gondii"

94 bytes removidos ,  10h10min de 11 de fevereiro de 2016
sem resumo de edição
}}
 
O '''''Toxoplasma gondii''''' (toxon = arco, plasma = forma, grego) é um [[protozoário]] microscópico do filo [[Apicomplexa]], de ciclo de vida facultativamente heterogéneo, tendo os [[felidae|felídeos]] como hospedeiros definitivos, enquanto que as outras espécies de [[mamífero]]s e as [[aves]] funcionam como hospedeiros intermediários.<ref>{{Citar livro |autor=Ryan KJ, Ray CG (eds) |coautor= |título=Sherris Medical Microbiology |subtítulo= |idioma=inglês |edição=4° |local= |editora=McGraw Hill |ano=2004 |página= |páginas= |isbn=0-8385-8529-9 |acessodata=01 de novembro de 2012 }}</ref>. O Toxoplasma gondii é a única espécie conhecida do gênero Toxoplasma.
 
ÉO T. gondii é o agente causador da toxoplasmose, uma protozoonose de distribuição mundial. É uma doença infecciosa, congênita ou adquirida. Aproximadamente 200 espécies de mamíferos e aves se infectam por este parasita.
É um parasita com importante potencial patogênico em medicina fetal.
 
O ''Toxoplasma gondii'' (toxon = arco, plasma = forma, grego) é um protozoário microscópico, do filo apicomplexa, que parasita aves e mamíferos, tendo como seu hospedeiro definitivo os felídeos.
É o agente causador da toxoplasmose, uma protozoonose de distribuição mundial. É uma doença infecciosa, congênita ou adquirida.
É a única espécie descrita. Aproximadamente 200 espécies de mamíferos e aves se infectam por este parasita.
Possui três formas infetantes: [[oocisto]]s, [[bradizoíto]]s e [[taquizoítos]]<ref> {{citar web|url=http://www.ufrgs.br/para-site/siteantigo/Imagensatlas/Protozoa/Toxoplasma.htm|título=Toxoplasma gondii|publicado=Universidade Federal do Rio Grande do Sul}}</ref>.
 
É um parasita com importante potencial patogênico em medicina fetal.
 
==Histórico==
 
O Toxoplasma foi isolado, primeiramente em 1908 por Nicolle & Manceaux, de um roedor africano da espécie ''Ctenodactylus gundi'' , a qual originou o nome.
Na mesma época, em São Paulo, Splendore isolou o mesmo agente de coelhos.
O ciclo deste parasita só foi totalmente publicado em 1970 por Dubey e colaboradores.