Diferenças entre edições de "Saiga"

6 bytes adicionados ,  22h07min de 13 de fevereiro de 2016
m
sem resumo de edição
(Removendo "Saigas_Chyornye_Zemli.jpg", por ter sido apagado no Commons por Natuur12: Per c:Commons:Deletion requests/File:Saigas Chyornye Zemli.jpg)
m
| nome = Saiga
| estado = CR
| imagem =Saiga.jpg
| cor = pink
| reino = [[Animalia]]
 
== Características ==
[[Ficheiro:Saiga.jpg|thumb|esquerda|upright|Detalhe do inconfundivel focinho da saiga.]]
A característica que mais se faz notar na saiga é o seu nariz flexivel parecido com o do elefante que serve para aquecer o ar no inverno e impedir a inalação de poeiras e areias. A saiga mede de 0,6 a 0,8 metros até ao ombro e pesa entre 36 e 63 kg. Vivem de 6 a 10 anos. Os machos são maiores do que as fêmeas e só eles apresentam chifres. Geralmente um macho possui um harém de 5 a 50 fêmeas.{{carece de fontes}}
 
== Distribuição ==
[[Imagem:Saiga Fight 3 (6383860215).jpg|thumb|esquerda|Dois saigas durante uma luta]]
Durante o [[último período glacial]], a presença da espécie saiga abrangia os territórios das [[Ilhas Britânicas]], da [[Ásia Central]], do [[Estreito de Bering]], no [[Alasca]], e de [[Yukon]] e dos [[Territórios do Noroeste]], no [[Canadá]]. Na era clássica eles aparentemente eram considerados um animal característico da região da [[Cítia]], a julgar pela descrição do historiador [[Estrabão]] de um animal chamado "Kolos" e que tinha o tamanho que variava "entre o de um [[veado]] e de um [[bode]]" e que ele acreditava que bebia pelo nariz. No início do século XVIII, o saiga ainda estava distribuído nas margens do [[Mar Negro]], no sopé das montanhas dos [[Cárpatos]], no extremo norte do [[Cáucaso]], na [[Dzungaria]] e na [[Mongólia]].<ref>{{cite web| last= Strabo |title= Book VII, Chapter 4, Paragraph 8|url=http://penelope.uchicago.edu/Thayer/E/Roman/Texts/Strabo/7D*.html#4.7.9| work= Geography| accessdate= 19 de dezembro de 2012|date=25 de setembro de 2012}}</ref>
 
173 514

edições