Gigantes (mitologia grega): diferenças entre revisões

Adionando informação
(ajustes)
(Adionando informação)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
{{sem-fontes|data=setembro de 2009}}
 
Os '''gigantes''' (em grego, no singular: Γίγας, no plural: Γίγαντες), na [[mitologia grega]], eram seres de grande força e agressividade, embora não necessariamente de grande tamanho, conhecida pela ''Gigantomakhía'' (Γιγαντομαχία), sua batalha com os deuses do [[Monte Olimpo|Olimpo]]. De acordo com [[Hesíodo]], os gigantes eram filhos de [[Gaia (mitologia)|Gaia]] (Terra), nascidos do ''[[Icor|ichor]]'' que caiu sobre ela quando [[Urano (mitologia)|Urano]] (Céu) foi castrado por seu filho, o [[titã]] [[Cronos]].Outras fontes mitológicas citam que os gigantes foram filhos de [[Gaia]] e do [[Tártaro]].
 
Representações arcaicas e clássicas mostram os gigantes com o porte de homens ''[[Hoplita|hoplitas]]'' (antigos soldados gregos fortemente armados) totalmente humanos em sua forma. Representações mais tardias (após c. 380 a.C.) mostram os gigantes com serpentes no lugar de pernas. Em tradições posteriores, os gigantes foram muitas vezes confundidos com outros adversários dos atletas olímpicos, em especial os titãs, uma geração anterior de grandes e poderosos filhos de Gaia e Urano. Dizia-se que os gigantes vencidos eram enterrados sob os vulcões, e assim essa era a causa das erupções vulcânicas e dos terremotos.
Utilizador anónimo