Diferenças entre edições de "Castelo de Penamacor"

1 byte removido ,  11h53min de 13 de julho de 2017
m
Corr. erro ortográfico - Península Ibérica *sempre* com maiúsculas, replaced: península Ibérica → Península Ibérica utilizando AWB
m (Corr. erro ortográfico - Península Ibérica *sempre* com maiúsculas, replaced: península Ibérica → Península Ibérica utilizando AWB)
|n_ippar = <!-- Número da ficha no IPPAR. É o número que consta no endereço do IPPAR. -->
}}
[[Ficheiro:POSTO DE TURISMO (PENAMACOR).jpg|thumb|281x281px|Antiga Casa da Câmara, atual posto de turismo. ]]
[[Ficheiro:Fortaleza e Castelo de Penamacor - Torre de Menagem (1).jpg|thumb|323x323px]]
O '''Castelo de Penamacor''', também referido como '''Fortaleza de Penamacor''', localiza-se na vila, freguesia e concelho de [[Penamacor]], no [[distrito de Castelo Branco]], em [[Portugal]].
 
=== O castelo medieval ===
À época da [[Reconquista]] [[cristianismo|cristã]] da [[penínsulaPenínsula Ibérica]], os domínios de Penamacor foram conquistados por [[Sancho I de Portugal|D. Sancho I]] (1185-1211), que os doou à [[Ordem dos Templários]], na pessoa de seu Mestre no país, D. [[Gualdim Pais]] ([[1189]]). Visando o seu repovoamento, uma década mais tarde o soberano lhe concedeu [[aforamento|Carta de Foral]] ([[1199]]), ratificado em [[1209]]. Datará possivelmente dessa época o início da edificação do castelo. Recentes pesquisas [[arqueologia|arqueológicas]] no Cimo da Vila ([[2003]]) ainda não confirmam uma ocupação anterior.
 
Diante do progresso do seu povoamento, [[Afonso III de Portugal|D. Afonso III]] (1248-1279) aí instituiu uma feira anual ([[1262]]), atribuindo-se a seu filho e sucessor, [[Dinis de Portugal|D. Dinis]] (1279-1325), a construção de uma segunda cintura de [[muralha]]s no castelo, bem como o início da [[torre de menagem]] e da cerca da vila (c. [[1300]]). Não foram identificadas informações sobre o senhorio de seus domínios diante da extinção da Ordem, nesse reinado.
200 794

edições