Diferenças entre edições de "Salvador das Missões"

1 792 bytes adicionados ,  03h54min de 22 de outubro de 2017
+ Seção: Língua regional: Riograndenser Hunsrückisch; + ref.: Altenhofen; + cat.
(→‎História: segundo nome de um dos fundadores, mudei de Antônio para Aloísio.)
(+ Seção: Língua regional: Riograndenser Hunsrückisch; + ref.: Altenhofen; + cat.)
Localiza-se a uma [[latitude]] 28°07'35" sul e a uma [[longitude]] 54°50'07" oeste, estando a uma altitude de 216 metros.
 
Possui uma área de 94,042 km² e sua população estimada em [[2016]] era de 2.773 habitantes.
 
==Língua regional==
A variante riograndense do dialeto brasileiro de origem alemã Hunsrückisch (um nome que recentemente vem ganhando uma transliteração em língua nacional: hunsriqueano), ou [[Riograndenser Hunsrückisch]], é falada na região desde os tempos pioneiros.
 
As estimativas do número de falantes varia, desde a nível local, como no município de Salvador das Missões, bem como a nível estadual e mesmo para toda a [[Bacia do Prata]] para onde essa língua regional se expandiu nos quase duzentos anos de sua história.
 
Assim, dependendo dos métodos utilizados, as estimativas mais conservadoras tendem a oscilar por volta de um milhão de falantes, já as mais abrangentes chegam a passar da casa dos três milhões. Alguns dos fatores a serem considerados na computação dos dados são os seguintes:
 
Existem muitas pessoas cresceram falando o Riograndenser Hunsrükisch mas há anos não a falam mais, e por escolha, isso resulta em grande parte por causa de forte desprestígio social gerado em grande parte pela [[Campanha de nacionalização]] de repressão linguística por [[Getúlio Vargas]] (ver também: [[Punição coletiva]];
muitas outras pessoas mais não são fluentes na língua e prontamente respondem que não sabem falar ela apesar de manterem forte contato com ela, em grande parte baseado em relações afetivas, quando as gerações mais antigas ainda hoje preferem a língua materna - é muito comum as pessoas afirmarem que entendem tudo mas não falam o dialeto.<ref>Altenhofen, Cléo Vilson: ''Hunsrückisch in Rio Grande do Sul - Ein Beitrag zur beschreibung einer deutschbrasilianischen Dialektvarietät im Kontakt mit dem Portugiesischen''. Franz Steiner Verlag, Stuttgart (1996).</ref>
 
==Ligações externas==
{{DEFAULTSORT:Salvador Missoes}}
[[Categoria:Salvador das Missões| ]]
[[Categoria:Riograndenser Hunsrückisch]]
3 531

edições