Princípio de sucessão faunística: diferenças entre revisões

407 bytes adicionados ,  21h28min de 19 de novembro de 2017
{{Sem-fontes|data=novembro de 2013}}
O '''princípio de Sucessão faunística''' ou '''princípio da identidade paleontológica''', diz que os grupos de [[fóssil|fósseis]] (animal ou vegetal) ocorrem no registo geológico segundo uma ordem determinada e invariável, de modo que, se esta ordem é conhecida, é possível determinar a idade relativa entre camadas a partir de seu conteúdo [[fóssil|fossilífero]]<ref>{{Citar web|url=https://docs.google.com/viewer?a=v&pid=sites&srcid=ZGVmYXVsdGRvbWFpbnxkaW5hbWljYWRhdGVycmF1ZW5mfGd4OjUyMzk4MDUxMGIyYzIwMDA|titulo=Aula 8 Noções de Estratigrafia e datação absoluta e relativa + Tempo geológico e os fósseis como um registro dos processos evolutivos ao longo das Eras Geológicas & Bacias Sedimentares.pdf|acessodata=2017-11-19|obra=docs.google.com|lingua=pt}}</ref>. Esse princípio, inicialmente utilizado como um instrumento prático, foi posteriormente explicado pela [[teoria da evolução]] de [[Charles Darwin]]. Diversos períodos marcados por extinção de grande parte do conteúdo fossilífero são conhecidos na história da Terra e levaram ao desenvolvimento da [[teoria do catastrofismo]].
 
==Ver também==