Djed: diferenças entre revisões

19 bytes adicionados ,  30 de setembro de 2018
sem resumo de edição
 
==Mito==
No [[mito de Osíris e Ísis]], Osíris foi morto por [[SetSeti (divindade)|Seti]] ao entrar num esquife feito para acomodá-lo. SetSeti então lançou o esquife com o então falecido no rio [[Nilo]], que foi carregado pelo rio até a cidade de [[Biblos]] na [[Síria]]. Encalhou e, rapidamente, cresceram raízes de uma árvore sagrada ao seu redor, abrigando o esquife no seu tronco. O rei do território, intrigado pelo crescimento rápido da árvore, ordenou seu corte e transformou-a em um pilar do seu palácio, desconhecendo o fato dela abrigar o corpo de Osíris. Enquanto isso, [[Ísis]] procurava pelo corpo do deus com a ajuda de [[Anúbis]], e soube da sua localização na cidade de Bibos. Ísis submeteu-se ao rei e à rainha, e pôde fazer um pedido. Ela pediu o pilar do palácio, e, tendo seu pedido atendido, retirou o esquife do pilar. A deusa, então, consagrou o pilar, ungindo-o com [[mirra]] e embalando-o num tecido de [[linho]]. Este pilar ficou conhecido como o pilar de djed.<ref>{{citar livro|último =Mackenzie|primeiro =Donald Alexander|título=Egyptian Myth and Legend: With Historical Narrative, Notes on Race Problems, Comparative Beliefs, etc.|ano=2007|publicado=Forgotten Books|isbn=1-60506-002-X|páginas=43|url=http://books.google.co.in/books?id=7RB23VraDIoC&pg=PA46}}</ref>
 
==Uso como amuleto==