Diferenças entre edições de "Placa de gesso"

56 bytes adicionados ,  23h32min de 19 de novembro de 2018
sem resumo de edição
[[Imagem:Drywall.jpg|thumb|Placas de gesso laminado aplicadas numa parede interior]]
'''Placa de gesso''', '''gesso laminado''', '''gesso cartonado''' ou ainda '''''drywall''''' (em português: "parede seca") é um painel constituído por [[sulfato de cálcio|Sulfato de cálcio hidratado]] ([[Gipsita|gesso]]), com ou sem aditivos, e geralmente pressionado contra um revestimento de cartão. É amplamente usado na [[construção civil]] em paredes e tectos interiores.<ref>{{citar web|url=http://www.merriam-webster.com/dictionary/plasterboard |título=Definition of PLASTERBOARD |website=www.merriam-webster.comMerriam}}</ref> O gesso pode ser misturado com fibras, geralmente de papel ou [[fibra de vidro]], ou outros aditivos que lhe conferem maior resistência ao fogo ou diminuem a absorção de água.
 
As paredes neste sistema são mais leves e com espessuras menores que as das paredes de alvenaria. São chapas fabricadas industrialmente mediante um processo de laminação contínua de uma mistura de gesso, água e aditivos entre duas lâminas de cartão. Tais sistemas são usados somente em ambientes internos das edificações, para os fechamentos externos, o sistema deverá utilizar perfis de aço estruturais (steel frame) e chapas comentícias (resistentes à ação de ventos e chuvas). O método é muito utilizado na construção civil, principalmente para áreas comerciais. As paredes de gesso ''dry wall'' permitem instalações elétricas e hidráulicas através do [[sistema de fixação a polvora|sistema de fixação]] em tetos ou aparafusadas em perfis de aço galvanizado. Além disso, adaptam-se a qualquer estrutura, como aço, concreto ou madeira.
O Drywall também aceita facilmente a instalação de vasos sanitários, pias e bidês e pode ser colocado inclusive em ambientes “molhados” onde haverá a existência de banheiros ou cozinhas, facilitando a introdução de encanamento e aceitando a instalação de louças e azulejos no acabamento. Nas versões fixo, monolítico e removível, ele permite ainda a fácil aplicação e acesso à tubulações.
 
Na construção civil, substitui as vedações e paredes internas convencionais (paredes, tetos e revestimentos) de edifícios de qualquer espécie, onde inclusive há um ganho de 4% de área útil. Ele ainda diminui custos na preparação da superfície para a pintura, uma vez que sua superfície é lisa e precisa.<ref>{{citar web|URL = http://www.placo.com.br/consumidores_drywall/guia-morador-drywall/guia-morador-drywall.asp|título = Guia do Morador|data=1 de abril de 2015|acessodata=1 de julho de 2015|autor = |publicado = |datali=outubro de 2017}}</ref>
 
== Fixação de objetos ==
A mesma vantagem de rapidez e limpeza está presente na hora de se consertar vazamentos de água ou fiações e sistemas internos de refrigeração por exemplo. Em todos os casos, basta fazer um corte na estrutura com um serrote de ponta, suficiente para permitir o conserto e depois fechar a parede com o mesmo pedaço de chapa.
 
Os sistemas Drywall proporcionam ainda uma qualidade de finalização superficial única, possuindo a facilidade de aceitar qualquer tipo de acabamento: pintura, textura, azulejos, pastilhas, mármore, granito, papel de parede e lambris de madeira.<ref>{{citar web|URL = http://www.drywall.org.br/biblioteca.php/1/5|título = Drywall.org|data =1 de janeiro de 2009|acessadoem =1 de janeiro de 2015|autor = |publicado = }}</ref>
 
Como também são precisos em suas medidas, há um ganho de área útil de até 5% nos ambientes, pois as paredes Drywall são mais estreitas do que as de blocos ou tijolos, e podem ser calculadas durante os projetos com mais facilidade.
No caso de problemas no encanamento, abre-se o revestimento da mesma forma, e após o conserto do encanamento a abertura é fechada com o mesmo pedaço de chapa cortado ou com um retalho de chapa nova nas mesmas dimensões.
 
Após parafusadas, preenche-se então o recorte e as juntas com massa específica para o tratamento e aguarda-se a secagem para lixamento e pintura ou o recebimento de nova massa para fixação de azulejos ou cerâmica.<ref>{{citar web|URL = http://www.ipt.br/artigo_tecnico/169.htm|título = Instituto de pesquisas tecnológicas|data =1 de janeiro de 2012|acessadoem = 1 de janeiro de 2015|autor = |publicado = }}</ref>
 
== Drywall e a sustentabilidade ==
O Drywall também tem adquirido um conceito importante do mercado brasileiro, alavancando a sua fatia expressiva de aproximadamente 18 milhões de metros quadrados por ano de demanda, baseado em fontes gerais e obras realizadas, crescendo expressivamente anualmente.
 
No Brasil, a associação brasileira de Drywall<ref>{{citar web|URL = http://www.drywall.org.br|título = Associação brasileira de Drywall|data =1 de janeiro de 2006|acessadoem =1 de janeiro de 2015|autor = |publicado = }}</ref> ajuda a difundir a utilização  de Drywall e mantém programas de apoio e divulgação.
 
{{Referências}}
229 756

edições