Diferenças entre edições de "Sejongue, o Grande"

31 bytes adicionados ,  22h14min de 12 de novembro de 2019
m
manutênção refs.
(Resgatando 2 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14))
m (manutênção refs.)
{{mais notas|data=dezembro de 2014}}
{{Info/MonarcaNobre
|título= Sejong, o Grande
|nome= Yi Do
|imagem= Sejong the Great Bronze statue 02.JPG
|imagem=
|imagem-tamanho= 220px
|reinado= {{dtlink|||1418}} – {{dtlink|||1450}}
|antecessor= [[Taejong de Joseon|Taejong (Yi Bang-won)]]
 
== Início da vida ==
Sejong foi o terceiro filho do[[Taejong of Joseon| Rei Taejong]]. Quando ele tinha 12 anos, ele tornou-se o '''Grande Principe Chungnyeong''' ({{lang|ko|충녕대군}}; {{lang|ko|忠寧大君}}) e se casou com uma filha de [[Shim On]] ({{lang|ko|심온}}; {{lang|ko|沈溫}}) de [[Cheongsong]] ({{lang|ko|청송}}; {{lang|ko|靑松}}), comumente conhecida como Lady Shim ({{lang|ko|심씨}}; {{lang|ko|沈氏}}), e que mais tarde recebeu o título de Rainha Consorte Soheon ({{lang|ko|소헌왕후}}; {{lang|ko|昭憲王后}}).
 
Como um jovem príncipe, Sejong se destacou em diversos estudos e foi favorecido pelo Rei Taejong. ao invés de seus dois irmãos mais velhos.
É creditado a Sejong muitos avanços tecnológicos durante o seu reinado. E como queria ajudar os agricultores, ele decidiu criar um manual do fazendeiro. O livro chamado Nongsa chiksŏl, continha informações sobre as diferentes técnicas de cultivo que os cientistas reuniram em diferentes regiões da Coreia. Estas técnicas foram necessárias para manter o recém-adotados métodos de cultivo intensivo da agricultura coreana.
 
Durante seu governo, [[Jang Yeong-sil]] ([[hangul]]: 장영실; [[hanja]]: 蒋英实) tornou-se conhecido como um inventor de destaque. Jang foi, naturalmente, um pensador criativo e inteligente como uma pessoa jovem. No entanto, Jang estava no fundo da classe social. Taejong, o pai de Sejong, notou a habilidade de Jang e imediatamente chamou a sua corte, em Seul. Ao dar Jang uma posição no governo e de financiamento para suas invenções, os funcionários protestaram, acreditando que uma pessoa das classes mais baixas não devem subir ao poder entre os nobres. Jang criou novos projetos significativos para relógios de água e relógios. No entanto, a sua mais impressionante invenção veio em 1442, o primeiro pluviômetro.<ref name="kim 1998 57">Kim (1998), 57.</ref>
 
Sejong também queria reformar o calendário coreano que na época era baseada na latitude da capital chinesa. Sejong, pela primeira vez na história coreana, ordenou a seus astrônomos para criar um calendário baseado na localização da capital coreana Seul, como o posição primária de latitude. Este novo sistema permitiu aos astrónomos coreanos prever com precisão o tempo de energia solar e dos eclipses lunares.<ref name="kim 1998 57" /><ref>{{ko}}[http://www.reportnet.co.kr/knowledge/pop_preview.html?dn=2075262 Science and Technology during Sejong the Great of Joseon]</ref>
[[Imagem:Sejong tomb 1.jpg|thumb|200px|O túmulo do Rei Sejong está localizado em [[Yeoju]], na província [[Gyeonggi]] da Coreia do Sul.]]
 
Sejong morreu aos 54 anos e foi sepultado no Mausoléu Yeong (영릉;英陵) em 1450. Seu sucessor foi o seu primeiro filho, Munjong. Sejong considerou que o seu filho doente Munjong era improvável que viver por muito tempo e em seu leito de morte pediu a Câmara da Fama dos estudiosos para cuidar de seu jovem neto Danjong.
 
Como previsto, Munjong morreu dois anos depois de sua adesão e a estabilidade política apreciada sob Sejong desintegrou quando Danjong tornou-se o sexto rei de Joseon na idade de doze anos. Eventualmente, o segundo filho de Sejong, Sejo, usurpou o trono de Danjong em 1455. Quando seis estudiosos martirizados foram implicados em um complô para restaurar Danjong ao trono, Sejo aboliu a Câmara da Fama e executou a Danjong e a muitos estudiosos que serviram durante o reinado de Sejong.
== Bibliografia ==
* Kim, Yung Sik. (1998). "Problems and Possibilities in the Study of the History of Korean Science," ''Osiris'' (2nd series, Volume 13, 1998): 48–79.
 
* ''King Sejong the Great: the Light of Fifteenth Century Korea'', [[Young-Key Kim-Renaud]], [[International Circle of Korean Linguistics]], 1992, softcover, 119&nbsp;pages, ISBN 1-882177-00-2
* Kim-Renaud, Young-Key. 2000. Sejong's theory of literacy and writing. ''Studies in the Linguistic Sciences'' 30.1:13-46.