Diferenças entre edições de "Acrónimo"

13 bytes adicionados ,  19h28min de 17 de novembro de 2019
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 2804:d4b:4cf4:900:f84f:e159:7a12:5c7a, com Reversão e avisos)
 
== História ==
O uso generalizado de acrónimos e siglas é um [[fenómeno]] relativamente recente, típico do {{séc|XX}}. No entanto, existem exemplos mais antigos. Os primeiros [[Cristianismo|cristãos]] em [[Roma]] usavam um [[peixe]] como símbolo de [[Jesus]], em parte devido a um acrónimo: "peixe" em grego escreve-se {{lang|grc|ἰχθύς}} (em maiúsculas ΙΧΘΥΣ, ''[[ichthus]]''), cujo significado é tomado por {{lang|grc|᾿Ιησοῦς Χριστὸς Θεοῦ Υἱὸς Σωτήρ}} (''Iēsous Christos Theou Huios Sōtēr''), "[[Jesus Cristo]], Filho de [[Deus]], Salvador". Vestígios desta interpretação datam dos séculos II e III e encontram-se preservados em Roma. Também o uso de acrónimos é comum no [[Língua hebraica|hebraico]] desde a [[Idade Média]], com exemplos como {{lang|he|רמב״ם}} (''Rambam'') para {{lang|he|רבי משה בן מימון}} ([[Maimonides|''Rabbi Moshe ben Maimon'']]) e {{lang|he|תנ״ך}} (''Tanakh'') para {{lang|he|תורה}} (''[[Torah]]'', [[Lei]]), {{lang|he|נביאים}} (''[[Neviim|Nevi'im]]'', [[Profeta]]s) e {{lang|he|כתובים}} (''[[Ketuvim]]'', Escritos).
 
Os acrónimos ocorrem frequentemente em [[jargão|linguagem técnica]] ou como [[abreviatura]]s de nomes de organizações, uma vez que permitem abreviar termos extensos frequentemente referenciados. Os [[militar]]es e [[Governo|agências governamentais]] empregam frequentemente acrónimos. Algumas pessoas partilham da opinião que os acrónimos são utilizados para codificar mensagens.
Utilizador anónimo