Diferenças entre edições de "Massacre de Tulsa"

2 bytes adicionados ,  15h55min de 23 de dezembro de 2019
m (Foram revertidas as edições de 179.233.165.104 para a última revisão de Chronus, de 05h40min de 14 de dezembro de 2019 (UTC))
Etiqueta: Reversão
Os tiros provocaram uma resposta quase imediata dos homens brancos, muitos dos quais atiraram contra os negros, que continuaram disparando de volta para os brancos. A primeira "batalha" durou apenas alguns segundos ou assim, mas resultando em mortes tanto de brancos como negros. O contingente negro recuou para Greenwood. Um tiroteio se seguiu. Um grupo de brancos armados perseguiu o grupo de negros até Greenwood, parando em diversas lojas para saquear armas e munições. Ao longo do caminho, inocentes, muitos dos quais estavam saindo de uma sala de cinema, foram pegos de surpresa pela multidão e começaram a fugir. O pânico cresceu quando a multidão começou a atirar em qualquer negro que estava na multidão, que atirou e matou pelo menos um branco na confusão.<ref name="Tulsa Race Riot"/>
 
Por volta das 11 horas, os membros da unidade da Guarda Nacional em Tulsa começoucomeçaram a se reunir no arsenal para organizar um plano para subjugar os manifestantes. Vários grupos foram enviados para proteger o tribunal, delegacia de polícia, e outras instalações públicas. Os membros da legião americana juntaram-se em patrulhas de ruas. As forças pareciam ter sido implantadas para proteger os bairros brancos adjacentes a Greenwood. Esta forma de implantação levou a Guarda Nacional a ser posta em oposição aparente para a comunidade negra. A Guarda Nacional efetuou a captura de negros que não tinham retornado para Greenwood e levando-os para até um edifício do governo para detenção.<ref name="Tulsa Race Riot"/>
 
Muitos brancos proeminentes Tulsa também participaram do motim, incluindo fundador e membro do KKK de Tulsa [[W. Tate Brady]] que participou do motim como vigia noturno. Ele relatou ter visto "cinco negros mortos", incluindo um homem que foi arrastado num carro por uma corda em seu pescoço. <ref>[http://thislandpress.com/09/01/2011/tate-brady-battle-greenwood/] Chapman, Lee Roy.''This Land Press.'' Published Sept. 1 2011. Accessed Sept. 19, 2011.</ref>
Utilizador anónimo