Diferenças entre edições de "Endemismo"

Sem alteração do tamanho ,  15h40min de 26 de fevereiro de 2020
sem resumo de edição
(Resgatando 1 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14))
As áreas de '''endemismo''' ou [[endemia|áreas endémicas]], são consideradas regiões geográficas delimitadas a partir da combinação de áreas de distribuição de espécies ou táxons endêmicos de uma determinada região, sendo a área de distribuição aquela área ocupada pela espécie em um momento específico; a determinação da área de distribuição reflete o conhecimento atual que se tem sobre a distribuição da espécie, bem como de outros critérios.
 
Os patrõespadrões de distribuição que geram os padrões de endemismo respondem a uma série de processos que atuaram ao longo do tempo. As áreas de endemismo podem ser consideradas unidades históricas por refletirem a história dos [[organismos]], a qual é fundamental na definição de qualquer padrão biogeográfico. Deste modo, é necessário utilizar informação sobre a [[filogenia]] dos organismos na determinação das áreas endêmicas.
É importante saber que as [[áreas de endemismo]] são hipóteses que podem ser testadas ou modificadas de acordo com a obtenção de novos dados de distribuição, podendo dar suporte à hipótese ou falseá-la.
Tem-se implementado diferentes métodos para o reconhecimento de uma área endêmica. O problema metodológico para a determinação das áreas é identificar o nível de congruência espacial necessário entre as espécies para considerar uma área como endêmica. Um dos aspectos mais simples considerados nestes métodos é que a extensão da área deve ser menor que os limites das distribuições das espécies.