Diferenças entre edições de "Síndrome respiratória aguda grave"

confirmação de casos
m (Foram revertidas as edições de Raulinoneto para a última revisão de JMagalhães, de 14h21min de 25 de fevereiro de 2020 (UTC))
Etiqueta: Reversão
(confirmação de casos)
<!-- história e epidemiologia -->
A SARS foi detetada pela primeira vez no fim de 2002 na [[China]].<ref name="merckpt"/> Entre 2002 e 2003, um surto da doença resultou em mais de 8000 casos e cerca de 800 mortes em todo o mundo.<ref name="merckpt"/> Desde 2004 que não há registos de novos casos da doença.<ref name="merckpt"/> Pensa-se que a doença tenha tido origem em [[Civeta-africana|gatos-de-algália]] infetados por [[Rhinolophidae|morcegos]] e posteriormente vendidos em mercados.<ref name="merckpt"/> Em 2012 foi detectada na [[Arábia Saudita]] uma nova variante de coronavírus ([[Coronavírus da síndrome respiratória do Oriente Médio|Mers-CoV]]), responsável pela [[síndrome respiratória do Médio Oriente]] (MERS).<ref name="merckpt"/>
 
<br />
 
==== Confirmação de casos. ====
O primeiro caso importado de MERS-CoV nos Estados Unidos foi confirmado em 02 de Maio de 2014 em um viajante originário da Arábia Saudita. Em 11 de maio de 2014, o segundo caso importado de MERS nos Estados Unidos também foi confirmado em um viajante originário da Arábia Saudita. Esses dois casos não possuem vínculo epidemiológico. Em 16 de Maio de 2014, foi confirmado o terceiro caso positivo nos Estados Unidos em um paciente que teve contato com o primeiro caso confirmado de MERS-CoV nas Américas.
 
Fonte: https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2014/junho/10/Informe-Tecnico-para-Profissionais-da-Saude-sobre-MERS-CoV-09-06-2014.pdf
<br />
 
== Ver também ==