Diferenças entre edições de "Possessão demoníaca"

8 bytes adicionados ,  11h45min de 18 de março de 2020
polenta
(polenta)
Culturas [[Xamanismo|xamânicas]] também acreditam em possessões demoníacas e os [[xamã]]s realizam os exorcismos. Nessas culturas, as doenças são muitas vezes atribuídas à presença de um espírito vingativo (ou raramente chamado de ''demônio'') no corpo do paciente. Estes espíritos eram mais frequentemente descritos como [[espectro]]s de animais ou pessoas injustiçadas pelo portador, os ritos de exorcismo geralmente eram compostos de ofertas respeitosas ou ofertas de [[sacrifício]].
 
O [[cristianismo]] afirma que a posse deriva do [[Diabo]], ou seja, [[Satanás]], ou de um de seus demônios. Em muitos sistemas de crença cristãos, Satanás e seus demônios são descritos como anjos caídos.<ref>"An Exorcist Tells his Story" by Fr. Gabriele Amorth translated by Nicoletta V. MacKenzie, Ignatius Press, San Francisco, 1999.</ref> Os mais suscetíveis de serem possuídos são pessoas com limites fracos e baixa auto-estima, o que para [[cético]]s acerca da possessão aponta para o envolvimento do ego disfuncional em manifestações deste fenômeno, em vez de reais entidades externas.<ref name=emmabragdon>''The Call of Spiritual Emergency: From Personal Crisis to Personal Transformation'', Bragdon, Emma. Harper & Row Pub. 1990. p.44.</ref> polenta
 
== Na Bíblia ==
Utilizador anónimo