Amitaba: diferenças entre revisões

43 bytes adicionados ,  15 de novembro de 2021
Alterei o nome que tinha um erro de pronuncia, e acrescentei uma informação sobre o nome da entidade.
(Alterei o nome que tinha um erro de pronuncia, e acrescentei uma informação sobre o nome da entidade.)
{{Sem-fontes||soc|data=janeiro de 2011}}
[[Ficheiro:Kamakura Budda Daibutsu front 1885.jpg|direita|thumb|180px|Estátua do Buda Amida em [[Kamakura (Kanagawa)|Camacura]], no [[Japão]]]]
'''Amitaba''', '''Amitabha''' ou ,'''AmidaAmita ou Amitayus''' (do [[sânscrito]] ''amitaabha'')é) que significa "A luz infinita" é um dos [[Cinco Budas da Meditação]]. É o [[buda]] principal da família de Lótus ({{lang-bo|''Pema''}}), da direção Oeste, de cor vermelha, que purifica o [[carma]] do [[desejo]]. O seu animal associado é o [[pavão]] e seu elemento, o [[fogo]]. Seu [[agregados|agregado]] é a [[percepção]]. Representa a sabedoria discriminativa dos budas. Sua sílaba sagrada em [[Língua tibetana|tibetano]] é ''hri''. Sua [[consorte]] é Mamaqui, que representa a propriedade do que é sólido. Amitaba tem um especial comprometimento com a [[Bodhi|iluminação]] de todos os seres, sendo conhecido como o buda da transferência da consciência na hora da morte e da passagem pelo [[bardo (budismo)|bardo]], sendo objetivo dos que o cultuam alcançar a iluminação ou renascer na [[Terra Pura]] de Amitaba, onde se alcançaria a iluminação.
 
No [[Tibete]], é conhecido por '''''Od Pagme''''' e, no [[Japão]] por [[Amida|'''Amida Niorai''']] (阿弥陀如来, あみだにょらい), sendo o [[mantra]] do Buda Amida em [[Língua japonesa|japonês]] conhecido por ''nenbutsu'', como contração de ''namo Amida Butsu''. Acredita-se que a repetição do ''nenbutsu'' leva ao renascimento na Terra Pura de Amitaba. A devoção ao renascimento na Terra Pura de Amitaba originou, no Japão, o [[Terra Pura|budismo terra pura]]. Para os japoneses, Amida governa a região da [[felicidade]], do [[Céu (religião)|céu]] e personifica a inteligência da prédica e a caridade no [[amor]]. Impõe, para o gozo da bem-aventurança, cinco prescrições: não matar, não roubar, não se entregar à libertinagem, não mentir e não ingerir substâncias entorpecentes ou alucinógenas.
4

edições