Saboia: diferenças entre revisões

m
"antes de ser devolvido" (concordância de número)
m ("antes de ser devolvido" (concordância de número))
 
A região histórica emergiu como um [[feudo]] da [[Casa de Saboia]], durante os séculos XI e XIV. O território histórico é compartilhado entre os países modernos da [[França]], [[Itália]] e [[Suíça]]. Instalado por [[Rodolfo III da Borgonha]], oficialmente em 1003, a Casa de Saboia tornou-se a [[casa real]] que sobreviveu por mais tempo na Europa.<ref>The Romance of the House of Savoy;(Vol.1)Weil,Alethea.Putnam,New York(1898)openlibrary.org/books/ol23330616m,Intro.pg.1</ref> Ele governou o [[Condado de Saboia]] em 1416 e, em seguida, o [[Ducado de Saboia]] (1416-1714).
 
O território da Saboia foi anexado à França em 1792 sob a [[Primeira República Francesa]], antes de seremser devolvidosdevolvido ao [[Reino do Piemonte-Sardenha]] em 1815. A região, juntamente com o [[Condado de Nice]], foi finalmente anexada ao território francês por um [[plebiscito]] em 1860, no âmbito do [[Segundo Império Francês]], como parte de um acordo político ([[Tratado de Turim (1860)|Tratado de Turim]]) mediado entre o imperador francês [[Napoleão III]] e o rei [[Vítor Emanuel II da Itália|Victor Emanuel II]] do [[Reino da Sardenha]], que iniciou o processo de [[unificação da Itália]]. A dinastia de Victor Emanuel, a Casa de Saboia, manteve as suas terras italianas do [[Piemonte]] e da [[Ligúria]] e tornou-se a dinastia governante da Itália.<ref>{{citar web| url = http://mjp.univ-perp.fr/traites/1860turin.htm |título= Traité de Turin, Signé à Turin le 24 mars 1860 entre la France et la Sardaigne. |acessodata= 1 de janeiro de 2010 |publicado= mjp.univ-perp.fr}}</ref>
 
{{referências}}