Diferenças entre edições de "Projeto do Atlas da Malária"

11 bytes adicionados ,  19h03min de 17 de março de 2008
+cat +wkf
( nova página: O Projecto do Atlas da Malária (Malaria Atlas Project) O Projecto do Atlas da Malária, MAP, é um projecto sem fins lucrativos, financiado por 5 anos pela Wellcome...)
 
(+cat +wkf)
{{wkf}}
O Projecto do Atlas da Malária (Malaria Atlas Project)
O '''Projecto do Atlas da Malária,''' (Malaria Atlas Project) ou ''MAP'', é um projecto sem fins lucrativos, financiado por 5 anos pela Wellcome Trust, UK<ref>{{cite journal | author = Hay SI, Snow RW | title = The Malaria Atlas Project: Developing Global Maps of Malaria Risk. | journal = PLoS Medicine | volume = 3 | issue = 12 | pages = e473 | year = 2006 }}</ref>. O MAP é um projecto em colaboração entre o Grupo de Malaria Public Health and Epidemiology, do Centre for Geographic Medicine, [[Kenya]], e o Grupo de Spatial Ecology and Epidemiology, da [[University of Oxford]], UK, com colaboradores nas regiões da América e Ásia.
 
O Projecto do Atlas da Malária, MAP, é um projecto sem fins lucrativos, financiado por 5 anos pela Wellcome Trust, UK<ref>{{cite journal | author = Hay SI, Snow RW | title = The Malaria Atlas Project: Developing Global Maps of Malaria Risk. | journal = PLoS Medicine | volume = 3 | issue = 12 | pages = e473 | year = 2006 }}</ref>. O MAP é um projecto em colaboração entre o Grupo de Malaria Public Health and Epidemiology, do Centre for Geographic Medicine, [[Kenya]], e o Grupo de Spatial Ecology and Epidemiology, da [[University of Oxford]], UK, com colaboradores nas regiões da América e Ásia.
 
O principal objectivo deste projecto é (i) determinar limites geográficos detalhados da [[malária]], causada por ''Plasmodium falciparum'' e por ''Plasmodium vivax'', à escala global; (ii) e da sua endemicidade neste espaço. A última tentativa de mapear globalmente o risco de infecção por ''Plasmodium'', foi nos anos 60. Para muitas áreas do globo, infelizmente, essa ainda é a melhor informação sobre risco de infecção. Este projecto pretende mapear e modelar as populações em risco de infecção, para fornecer meios mais contemporâneos e robustos para determinar o peso da [[malária]] clínica actual.
 
{{ref-section}}
 
[[Categoria:Medicina]]
53 300

edições