Abrir menu principal
Espoletas

A espoleta é um recipiente que contém a mistura detonante e uma bigorna, utilizado em cartuchos de fogo central, conhecidos como munição para armas de fogo.

A mistura detonante é um composto que queima com facilidade, bastando o atrito gerado pelo amassamento da espoleta contra a bigorna provocada pelo percussor para a incendiar. A queima dessa mistura gera calor, que passa para o propelente (pólvora), através de pequenos furos no estojo, chamados eventos.

  • Os tipos mais comuns de espoletas são:
  • Boxer: muito usada atualmente, tem a bigorna presa à espoleta e utiliza apenas um evento central, facilitando o desespoletamento do estojo, na recarga;
  • Berdan: utilizada principalmente em armas de uso militar, a bigorna é um pequeno ressalto no centro da base do estojo estando à sua volta dois ou mais eventos;
  • Bateria: utilizada em cartuchos de caça, tem a bateria incorporada na espoleta de forma a ser impossível cair, facilitando o processo de recarga do estojo.

Outros tipos de espoletas foram fabricados no passado, mas hoje raramente são encontrados.

A explosão de uma espoleta não é uma letal, porém a pele pode ficar ferida, e é necessário que se retire a pólvora em uma cirurgia, pois pode impedir a cicatrização e causar uma infecção.

Ligações externasEditar