Abrir menu principal

Estação Ferroviária de Mogadouro

(Redirecionado de Estação de Mogadouro)
Mogadouro
Inauguração 1 de Junho de 1930
Encerramento 1 de Agosto de 1988
Linha(s) Linha do Sabor
(PK 72,555)
Coordenadas 41° 20′ 03,11″ N, 6° 39′ 02,63″ O
Concelho Mogadouro
Serviços Ferroviários
Horários em tempo real

A Estação Ferroviária de Mogadouro foi uma gare de caminhos de ferro da Linha do Sabor, que servia a vila de Mogadouro, no Distrito de Bragança, em Portugal.

Índice

HistóriaEditar

Construção e inauguraçãoEditar

Em Julho de 1926, foi anunciado que iriam ser retomados os trabalhos no troço da Linha do Sabor entre Carviçais e Mogadouro, após um longo período de suspensão.[1]

Em 1 de Junho de 1930, entrou ao serviço o troço entre Lagoaça e Mogadouro[2], pela Companhia Nacional de Caminhos de Ferro.[3] No entanto, as obras de assentamento de via e de construção dos edifícios só foram concluídas em 1932; ainda assim, a Direcção Geral de Caminhos de Ferro, que vistoriou o projecto em Fevereiro desse ano, ordenou a instalação de mais algumas infra-estruturas, incluindo uma casa para pessoal braçal e um cais descoberto na estação de Mogadouro.[3] Devido a atrasos na aprovação, estas obras só se iniciaram em Agosto, estando quase terminadas nos princípios do ano seguinte.[3] Em 1933, foi construída uma casa com 3 moradias nesta estação, para habitação do pessoal.[4] Nesse ano, também foi submetida à aprovação do Ministro das Obras Públicas e Comunicações uma portaria relativa à expropriação de um terreno junto à estação, para a instalação de uma oficina de creosotagem de travessas.[5] Este edifício foi construído no ano seguinte.[6]

 
Bênção do comboio inaugural na Estação de Mogadouro, aquando da abertura do troço até Duas Igrejas - Miranda.

Continuação até Duas Igrejas - MirandaEditar

O troço seguinte da Linha do Sabor, até Duas Igrejas - Miranda, foi aberto à exploração em 22 de Maio de 1938.[2]

EncerramentoEditar

A Linha do Sabor foi encerrada em 1 de Agosto de 1988.[7][8]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Linhas Portuguesas» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 39 (925). 1 de Julho de 1926. 208 páginas. Consultado em 16 de Agosto de 2014 
  2. a b «Troços de linhas férreas portuguesas abertas à exploração desde 1856, e a sua extensão» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 69 (1652). 16 de Outubro de 1956. pp. 528–530. Consultado em 16 de Agosto de 2014 
  3. a b c «Ainda o que se fez nos Caminhos de Ferro em Portugal no ano de 1932» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 46 (1082). 16 de Janeiro de 1933. pp. 61–63. Consultado em 16 de Agosto de 2014 
  4. «O que se fez nos Caminhos de Ferro em Portugal no Ano de 1933» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 47 (1106). 16 de Janeiro de 1934. pp. 49–52. Consultado em 16 de Agosto de 2014 
  5. «Direcção Geral dos Caminhos de Ferro» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 47 (1106). 16 de Janeiro de 1934. 53 páginas. Consultado em 16 de Agosto de 2014 
  6. «O que se fez nos caminhos de ferro em Portugal, em 1934» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 47 (1129). 1 de Janeiro de 1935. pp. 27–29. Consultado em 16 de Agosto de 2014 
  7. «Saudades do comboio na Linha do Sabor». Jornal Público. Consultado em 25 de Outubro de 2010 
  8. REIS et al, p. 150

BibliografiaEditar

  • REIS, Francisco; GOMES, Rosa; GOMES, Gilberto; et al. (2006). Os Caminhos de Ferro Portugueses 1856-2006. Lisboa: CP-Comboios de Portugal e Público-Comunicação Social S. A. 238 páginas. ISBN 989-619-078-X 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre a Estação de Mogadouro

Ligações externasEditar