Abrir menu principal

Estação Ferroviária de Mouriscas

estação ferroviária em Portugal
(Redirecionado de Estação de Mouriscas)
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre a antiga estação na Linha da Beira Baixa. Para o apeadeiro na Linha do Vouga, veja Apeadeiro de Mourisca do Vouga. Para o antigo apeadeiro na Linha do Sul, veja Apeadeiro de Mourisca - Sado. Para a actual estação na Linha da Beira Baixa, veja Estação Ferroviária de Mouriscas-A.
Mouriscas
Linha(s) Linha da Beira Baixa
(PK 13,560)
Coordenadas 39° 28′ 40,36″ N, 8° 06′ 01,59″ O
Concelho Abrantes
Serviços Ferroviários Desactivada
Horários em tempo real

A Estação Ferroviária de Mouriscas é uma interface ferroviária desactivada da Linha da Beira Baixa, que servia a Freguesia de Mouriscas, no Concelho de Abrantes, em Portugal.

Índice

CaracterizaçãoEditar

Descrição físicaEditar

Em Janeiro de 2011, possuía 2 vias de circulação, com 472 e 466 metros de comprimento; as plataformas tinham 76 e 209 metros de extensão, e apresentavam 35 centímetros de altura.[1]

HistóriaEditar

 
Anúncio de 1902 das Companhias Real e da Beira Alta, relativo à tarifa especial n.º 8. Mouriscas era uma das gares abrangidas por esta tarifa.

Construção e inauguraçãoEditar

Esta interface insere-se no troço entre as Estações de Abrantes e Covilhã da Linha da Beira Baixa, que começou a ser construído nos finais de 1885, e entrou em exploração em 6 de Setembro de 1891.[2][3]

Século XXEditar

No dia 7 de Março de 1934, a Junta Autónoma de Estradas abriu o concurso para a construção de um ramal da Estrada Nacional n.º 83-2ª, para esta estação.[4]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Directório da Rede 2012». Rede Ferroviária Nacional. 6 de Janeiro de 2011. 78 páginas 
  2. TORRES, Carlos Manitto (16 de Janeiro de 1958). «A evolução das linhas portuguesas e o seu significado ferroviário». Lisboa. Gazeta dos Caminhos de Ferro. 70 (1682): 61, 62 
  3. «Cronologia: 1875/1899 - Do Ínicio da Construção da Ponte Maria Pia ao Fim do Séc. XIX». Comboios de Portugal. Consultado em 9 de Outubro de 2011 
  4. «Concursos». Gazeta dos Caminhos de Ferro. 47 (1108). 115 páginas. 16 de Janeiro de 1958 

Ligações externasEditar