Abrir menu principal

Estação do Caminho de Ferro de Maputo

Estação ferroviária em Moçambique
Estação do Caminho de Ferro de Maputo
Caminhos de Ferro de Mocambique, Railway Station in Maputo, Mozambique.jpg
Apresentação
Tipo
Estação ferroviária, estação ferroviária sem saída (d), património culturalVisualizar e editar dados no Wikidata
Estilo
Período de construção
Abertura
Estatuto patrimonial
Património de Influência Portuguesa (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Localização
Endereço
Praça dos Trabalhadores (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Maputo
Flag of Mozambique.svg Moçambique
Coordenadas

A Estação de Caminhos de Ferro de Maputo, Moçambique, é um edifício imponente, projectado pelos arquitectos Alfredo Augusto Lisboa de Lima, Mário Veiga e Ferreira da Costa, e construído entre 1913 e 1916[1]. O seu projecto é muitas vezes erradamente atribuído a Gustave Eiffel. Actualmente serve como terminal das linhas dos CFM que ligam a cidade à Suazilândia (Linha de Goba), África do Sul (Linha de Ressano Garcia) e Zimbabué (Linha do Limpopo).

Esta estrutura substituiu outra mais antiga e simples, construída em 1895 para a inauguração da linha para Pretória, África do Sul.

Reconhecimento mundialEditar

Em 2009, um artigo da Newsweek Magazine coloca a estação de Maputo entre as mais interessantes estações do mundo, e provavelmente a mais bonita de África[2].

GaleriaEditar

Referências

  1. Morais, João Sousa. Maputo, Património da Estrutura e Forma Urbana, Topologia do Lugar. Livros Horizonte, 2001, p. 110.
  2. Jaime Cunningham (9 de janeiro de 2009). «Stations: A Destination That Matches the Journey» (em inglês). Newsweek. Consultado em 29 de agosto de 2012 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Estação do Caminho de Ferro de Maputo

Estação Central dos Caminhos-de-Ferro no sítio do Património de Influência Portuguesa, da Fundação Calouste Gulbenkian


  Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.