Estela de Armazi de Serapite

A estrela de Armazi de Serapite (em georgiano: სერაფიტას არმაზის სტელა), também chamada Estela bilíngue (em georgiano: არმაზის ბილინგვა) é uma estela com inscrições bilíngues escrita em aramaico e grego antigo encontrada em 1940, em Armazi, próximo de Mtsqueta, na antiga capital do Reino da Ibéria. Datada de ca. 150, a estela relembra a princesa georgiana chamada Serapite, que teria vivido por poucos anos.[1] A inscrição menciona monarcas georgianas, Farnabazo I e Farnabazo II, e outros membros da aristocracia.[2][3]

Estela de Serapite

InscriçõesEditar

Grego antigoEditar

Serapite, filha de Zeuaque, o Jovem, pitíaxes, esposa de Iodmangano, filho de Publício Agripa, pitíaxes, que venceu muitas batalhas como epítropo do grande rei dos ibérios, Xefarnugo. Ela [que] morreu, mais jovem que 21 anos, [e] que tinha uma beleza inimitável.[2]

AramaicoEditar

Eu sou Serapite, filha de Zeva, o Jovem, pitíaxes do rei Farasmanes II, esposa de Iodmangano o vitorioso e vencedor de muitas vitórias, mestre da corte do rei Xefarnugo e o filho de Agripa, mestre da corte do rei Farasmanes, vitorioso sobre o poderoso, que Farnabazo não poderiam concluir. Serapite era tão boa e bela que ninguém era igual a sua beleza. E ela morreu aos 21 anos.[2]

Referências

  1. Lang 1966, p. 4.
  2. a b c Rapp 2014, p. 216.
  3. Lang 1966, p. 5.

BibliografiaEditar

  • Lang, David Marshall (1966). Landmarks in Georgian Literature. Westport, Connecticut, EUA: Praeger Publishers 
  • Rapp, Stephen H. Jr. (2014). The Sasanian World through Georgian Eyes: Caucasia and the Iranian Commonwealth in Late Antique Georgian Literature. Farnham, Reino Unido: Ashgate Publishing, Ltd. ISBN 1472425529