A exoftalmia é a protuberância do olho anteriormente para fora da órbita.[1] Ela pode ser tanto bilateral quanto unilateral.[2]

Exoftalmia
Exoftalmia
Paciente com exoftalmia bilateral, assim como um alinhamento assimétrico dos olhos.
Especialidade oftalmologia
Classificação e recursos externos
CID-10 H05.2
CID-9 376.2-376.3
DiseasesDB 18612
MedlinePlus 003033
eMedicine oph/616
MeSH D005094
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

Causa editar

Muitas doenças podem gerar a exoftalmia, mas pode ser induzido por sangramentos na porção posterior do olho, inflamações, tumores ou crescimento anormal de tecido.[2]

Tratamento editar

Corticosteróides, a radioterapia local, ou intervenção cirúrgica, são opções de tratamento.[2]

Exoftalmia em cães editar

A exoftalmia é comumente encontrada em cães. É uma condição normal em cães de nariz curto devido à órbita rasa. Entretanto, ela pode originar uma ceratite secundária à exposição da córnea. A exoftalmia é mais encontrada em Pug, Boston Terrier, Pekingese, e Shih Tzu.

Ver também editar

Referências

  Este artigo sobre patologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.