Félix Gouin

político francês

Félix Gouin (4 de Outubro de 188425 de Outubro de 1977) foi um político francês.[1][2] Ocupou o cargo de primeiro-ministro da França, entre 26 de Janeiro de 1946 a 24 de Junho de 1946.[3]

Félix Gouin
Félix Gouin
Primeiro-ministro da França
Período 26 de Janeiro de 1946 até 24 de Junho de 1946
Antecessor(a) Charles de Gaulle
Sucessor(a) Georges Bidault
Dados pessoais
Nascimento 4 de outubro de 1884
Morte 25 de outubro de 1977 (93 anos)
linkWP:PPO#França

BiografiaEditar

Nascido em 4 de outubro de 1884 em Peypin, era filho de professores. Ele estudou Direito em Aix-en-Provence.

Ele foi um dos 80 parlamentares que se recusaram a dar plenos poderes ao Marechal Henri Philippe Pétain em 10 de julho de 1940. Depois de fugir para a Espanha, foi preso por três meses no campo de concentração de Miranda de Ebro, embora tenha sido libertado e tenha viajado para o Reino Unido, onde se juntou às forças da França Livre. Ele sucedeu Charles de Gaulle como Chefe do Governo Provisório da França em 1946.[4]

O mandato de Gouin foi conhecido por promulgar as primeiras leis de aposentadoria e compensação dos trabalhadores na França. Além disso, tanto a lei do trabalho de 40 horas semanais quanto o pagamento das horas extras foram restabelecidos, enquanto os comitês d'entreprise (conselhos de trabalhadores) foram ampliados nas empresas para 50 trabalhadores. Em abril de 1946, o Parlamento francês aprovou uma lei que aboliu o status legal colonial das quatro colônias mais antigas da França: Reunião, Guiana, Martinica e Guadalupe. No mandato Gouin houve uma extensão significativa do papel do Estado no funcionamento da economia francesa, com eletricidade, gás, carvão e os nove principais grupos seguradores nacionalizados.[5]

Ele morreu em Nice em 25 de outubro de 1977.

Governo (26 de janeiro – 24 de junho de 1946)Editar

  • Félix Gouin – Presidente do Governo Provisório
  • Francisque Gay – Vice-presidente do Governo Provisório
  • Maurice Thorez – Vice-Presidente do Governo Provisório
  • Georges Bidault - Ministro das Relações Exteriores
  • Edmond Michelet - Ministro dos Exércitos
  • André Le Troquer – Ministro do Interior
  • André Philip – Ministro das Finanças e Economia Nacional
  • Marcel Paul – Ministro da Produção Industrial
  • Ambroise Croizat – Ministro do Trabalho e da Segurança Social
  • Pierre-Henri Teitgen - Ministro da Justiça
  • Marcel Edmond Naegelen – Ministro da Educação Nacional
  • Laurent Casanova - Ministro dos Veteranos e Vítimas de Guerra
  • François Tanguy-Prigent – ​​Ministro da Agricultura
  • Henri Longchambon – Ministro do Abastecimento
  • Marius Moutet - Ministro do Ultramar França
  • Jules Moch – Ministro das Obras Públicas e Transportes
  • Robert Prigent – ​​Ministro da Saúde Pública e População
  • François Billoux – Ministro da Reconstrução e do Urbanismo
  • Jean Letourneau – Ministro dos Correios

Ver tambémEditar

Referências

  1. Free France (em inglês). 1–2. [S.l.: s.n.] 1942. p. 103 
  2. Crowson, Ben F. (1950). Select Biographical Sketches from the Crowson Who's Who in the United Nations, 1947, 1948, 1949 (em inglês). Washington D. C: Crowson Institute of Global Research. p. 28 
  3. Graca, John V. Da (1985). Heads of State and Government (em inglês). Berlim: Springer. p. 73 
  4. Gili, Jean A.; Schor, Ralph (1988). Hommes, idées, journaux: mélanges en l'honneur de Pierre Guiral (en francés). Publications de la Sorbonne. ISBN 9782859441531
  5. Sagnes, Jean (1991). «Le refus républicain: les quatre-vingts parlementaires qui dirent "non" à Vichy le 10 juillet 1940». Revue d'histoire moderne et contemporaine 38 (4): 555-589. ISSN 0048-8003

Precedido por
Charles de Gaulle
Primeiro-ministro da França
1946
Sucedido por
Georges Bidault
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.