Abrir menu principal
Esta palavra tem outros significados. Veja Fímbria.

Fímbrias são apêndices filamentos presentes em bactérias. Estes apêndices são menores, mais curtos e mais numerosos que os flagelos.

TipologiaEditar

Há dois tipos de fímbrias. As fímbrias comuns são curtas, finas e rígidas, e têm função de aderência. As fímbrias sexuais são maiores e servem de canais para a transferência unidirecional de DNA entre células bacterianas no processo de conjugação.

As fímbrias só podem ser vistas com o auxílio de um microscópio eletrônico. São encontradas tanto em bactérias móveis como naquelas que não possuem movimento e ,portanto, sem função motora.

Têm-se observado que algumas estirpes bacterianas possuem fímbrias com propriedades adesivas para células animais e vegetais, como também para superfície inertes, como o vidro ou a celulose. Tal capacidade de aderência das fímbrias pode ser importante para a ecologia bacteriana em seu meio natural, pois permite a fixação das bactérias aos tecidos dos quais extraem seus elementos nutritivos.


"As bactérias Gram-negativas montam as fibras da superfície amilóide funcional chamadas curli."[1] Curli são um tipo de fimbria;[2] o outro tipo é chamado de fímbria tipo I.[2] Curli são compostas de proteínas chamadas curlinas.[1] Alguns dos genes envolvidos são CsgA, CsgB, CsgC, CsgD, CsgE, CsgF, and CsgG.[1]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c Epstein, EA; Reizian, MA; Chapman, MR (2009), «Spatial clustering of the curlin secretion lipoprotein requires curli fiber assembly.», J Bacteriol, 191 (2): 608-615, PMC 2620823 , PMID 19011034, doi:10.1128/JB.01244-08. 
  2. a b Cookson, AL; Cooley, WA; Woodward, MJ (2002), «The role of type 1 and curli fimbriae of Shiga toxin-producing Escherichia coli in adherence to abiotic surfaces», Int J Med Microbiol, 292 (3-4): 195–205, PMID 12398210, doi:10.1078/1438-4221-00203. 
  Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.