Abrir menu principal

A família Bernoulli destacou-se devido ao facto de ter dado ao mundo, durante um século, oito notáveis cientistas na área da matemática e da física.

Índice

HistóriaEditar

O progenitor, Nicolau, residia em Antuérpia, na Bélgica, e foi forçado a abandonar o país por ser protestante, na época da perseguição dos espanhóis aos não-católicos. Mudou-se para a Basileia, na Suíça, onde continuou a se dedicar ao negócio das especiarias, vindo a casar-se com Margarette Schoenauer, ligada a uma grande família de banqueiros, tendo tornado-se um mercador de sucesso. Dos três filhos, apenas o mais novo, Nicolau (apelidado o filho), seguiu os passos do pai. Os outros, bem como a descendência, dedicaram-se às matemáticas.

A descendênciaEditar

A história dos descendentes seria muito semelhante: não revelando queda para o negócio da família, inscreveram-se na Universidade onde cursaram Magistratura ou Medicina. Anos mais tarde acabariam por se dedicar à Matemática onde viriam a dar contribuições importantes, nomeadamente na área do cálculo.

Foram professores e colegas dos matemáticos Euler e L'Hôpital.

Nicolau
(1623-1708)
 
Jacob I
(1654-1705)
 
Johann I
(1667-1748)
Nicolau
(1662-1716)
Nicolau II
(1695-1726)
Anne Catherine
(1698-1784)
 
Daniel
(1700-1782)
Johann II
(1710-1790)
Nicolau I
(1687-1759)
Johann III
(1744-1807)
Daniel II
(1751-1834)
Jacob II
(1759-1789)

ReferênciasEditar

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Família Bernoulli