Fay Kanin

Fay Kanin (Nova Iorque, 9 de maio de 1973 — Santa Mônica, 27 de março de 2013) foi uma dramaturga e roteirista estadunidense. Ela tornou-se a segunda mulher a ser eleita presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.[1]

Fay Kanin
Nascimento 9 de maio de 1917
Nova Iorque
Morte 27 de março de 2013 (95 anos)
Santa Mônica
Cidadania Estados Unidos
Cônjuge Michael Kanin
Alma mater
Ocupação roteirista, produtora cinematográfica, escritora, atriz de cinema
Prêmios
Causa da morte doença

Kanin foi indicada ao Oscar de melhor roteiro original pelo filme Um Amor de Professora (1958). Ela ganhou três Prêmios Emmy do Primetime, o primeiro em 1974, pelo filme Tell Me Where It Hurts, estrelado por Maureen Stapleton. Um ano depois, ela foi novamente nomeada para um Emmy e ganhou um Writers Guild of America Award pelo telefilme Hustling (1975). Em 1979, Kanin escreveu e co-produziu o filme vencedor do Emmy e Peabody Award Friendly Fire, baseado em um livro de CDB Bryan.

FilmografiaEditar

Referências

  1. Aljean Harmetz (28 de março de 2013). «Fay Kanin, Writer for Film and Stage, Dies at 95» (em inglês). New York Times. Consultado em 21 de junho de 2019 

Ligações externasEditar