Abrir menu principal

Fernando da Conceição Fonseca GOSE (Lisboa, 1895-1974), foi um médico português. Foi um dos mais notáveis médicos da sua geração. Em sua homenagem, um hospital da região de Lisboa recebeu o seu nome, o Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca (anterior Hospital Amadora-Sintra).

BiografiaEditar

Nascido na Rua das Praças, em Lisboa, estudou no Liceu Pedro Nunes. Licenciado em Medicina, em 1918, pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, terminou o bacharelato em Medicina com a classificação final de 18 valores.

Integrou o Corpo Expedicionário Português como alferes médico na I Guerra Mundial. Devido aos seus feitos recebeu a Condecoração Medalha da Vitória e foi nomeado Cavaleiro da Ordem de Cristo.

Em 1918 foi assistente na primeira clínica médica do Hospital de Santa Marta, sob orientação do professor Pulido Valente. Depois de um estágio em Berlim, em 1923, foi aprovado para Médico dos Hospitais Civis de Lisboa em 1929.

Seguiu-se uma carreira académica notável: em 1933 foi aprovado para Professor Agregado da Faculdade de Medicina de Lisboa e passou a reger a cadeira de Doenças Infecto – Contagiosas e em 1943 foi aprovado, no concurso de provas públicas, para Professor Catedrático de Propedêutica Médica da Faculdade de Medicina de Lisboa.

Salazar exonerou-o das suas funções em 1947, por motivos políticos. Recusou o pedido de reintegração na Faculdade de Medicina feito pelo seu amigo Presidente da República, Almirante Américo Tomás.

Morreu em 1974 por enfarte do miocárdio[1].

Referências

  1. Rev Clin Hosp Prof Dr Fernando Fonseca 2013; 1(2): 52-53
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.