Abrir menu principal
Fiat Elba
Visão Geral
Nomes
alternativos
Innocenti Elba
Fiat Duna Weekend (América Latina e, nos primeiros anos, Europa)

Fiat citivan

Fiat penny

Produção 19851996
Fabricante Fiat
Modelo
Classe Perua compacta
Carroceria Perua
Ficha técnica
Motor Fiasa 1.3
Sevel 1.5
Sevel 1.6
Sevel 1.6 i.e
Fiasa 1.5
Fiasa 1.5 i.e
Transmissão Manual de 4/5 marchas
Modelos relacionados Fiat Uno
Fiat Prêmio
Fiat Fiorino
Fiat Fiorino Pick-up
Chevrolet Marajó
Volkswagen Parati
Dimensões
Peso 998 kg
Tanque 780 litros
Cronologia
Fiat Panorama
Fiat Weekend

Fiat Elba foi um automóvel fabricado pela Fiat lançado em 1986 e fabricado até 1996. Era a versão perua do Uno e foi produzida nas versões 3 e 5 portas.

Fora do Brasil, a recebeu o nome de Fiat Duna Weekend. Na Europa posteriormente foi vendida sob a marca Innocenti, como Innocenti Elba.[carece de fontes?]

Com um porta-malas de até 780 litros, foi eleito o maior do país na época. Sua sucessora é a Palio Weekend (lançado em 1997).

No Reino Unido, Inglaterra, Irlanda e Nova Zelândia como Fiat Penny apenas versão volante a direita (LHT) e havia versão van chamada citivan que nunca foram vendidos na América do Sul e Itália.

GaleriaEditar

Linha do TempoEditar

  • 1986 - Início da produção,nas versões S 1.3 (57cv) e CS 1.5 (71cv);
  • 1989 - Início de produção da Elba CSL 1.6 (82cv) no lugar da versão CS;
  • 1990 - Início da produção da Elba 5 portas, motor 1.6 Sevel no lugar do 1.5;
  • 1991 - Nova frente, volta da versão CS com dois portas;
  • 1991 - Lançamento da Elba Weekend 1.5 (fiasa)(67cv);
  • 1992 - Fim das versões S e CS duas portas;
  • 1993 - Lançamento da Injeção Eletrônica (i.e) na linha Uno,Prêmio e Elba;
  • 1994 - Fim da Produção da versão CSL e início da produção da versão Top em seu lugar;
  • 1996 - Fim da produção.

Causo CollorEditar

No Brasil, a compra de um Fiat Elba foi pivô no relatório da CPI que levou ao impeachment do presidente Fernando Collor, acusado de crime de responsabilidade ao usar cheques fantasmas para o pagamento de despesas pessoais. O mesmo carro foi fotografado em 2005, pelo Correio Braziliense, no Setor de Oficinas Sul, Brasília. Com o último licenciamento feito em 2007, o veículo foi baixado como sucata, ainda no nome do ex-presidente.[1]

Referências

  1. Lemos, Douglas (5 de março de 2017). «Novidades sobre o hatch da Fiat, vendas em queda, mudanças na F1 e mais…». Linkezine. Consultado em 1 de maio de 2019 
  • Revista Quatro Rodas, Março 1986

Ligações externasEditar

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.