Fiat Prêmio

Fiat Prêmio
Fiat Duna601.png
Visão Geral
Nomes
alternativos
Fiat Duna
Produção Brasil:1985-1994
Argentina:1988-2000
Fabricante Fiat
Modelo
Classe Sedan compacto
Carroceria Sedan
Ficha técnica
Motor Fiasa 1300 cc, Sevel 1500 cc, Fiasa 1500 cc, Sevel 1600 cc, 1100 cc, 1300 cc, 1700 cc Diesel (Duna Europa)
Transmissão 4 e 5 velocidades
Modelos relacionados Fiat Uno
Fiat Elba
Fiat Fiorino
Chevrolet Chevette
Volkswagen Voyage
Ford Escort
Ford Verona
Dimensões
Comprimento 404 cm
Entre-eixos 236 cm
Largura 155 cm
Altura 144 cm
Peso 934 kg
Tanque 520
Consumo Urbano: 8,29 km/l;

Rodoviário: 12,49 km/l (estrada, 80 km/h, carregado), 13,22 km/l (estrada, 80 km/h, vazio)

Cronologia
Fiat Oggi
Fiat Siena

O Prêmio é um sedan compacto da Fiat, derivado do Uno e lançado no Brasil no ano de 1985, para substituir o Oggi. Foi um modelo de vendas tímidas no Brasil, assim como a Fiat Elba, mas campeão de vendas na Argentina, onde era vendido como Fiat Duna. O Prêmio também foi exportado para a Europa como Duna e Duna Weekend (Elba).

Se destacava pelo bom aproveitamento do espaço interno (graças às suas formas quadradas), bem como por ter sido o Sedan com maior capacidade de porta-malas vendido no Brasil até então, assim como a facilidade de retirar e colocar bagagens no compartimento de carga, devido à tampa traseira que tinha abertura até a base superior do para-choque traseiro e não até a altura das lanternas traseiras, como seus concorrente diretos: Chevrolet Chevette, Ford Verona e VW Voyage. Ficheiro:Premio-s Prêmio (visão da lateral esquerda) Em 1994, com vendas em baixa, a Fiat cessou a fabricação do Prêmio no Brasil e o modelo passou a ser importado da Argentina, com nome de Duna, por mais de 01 anos e sem quaisquer alterações visual e mecânica, quando sua venda foi encerrada. Na Argentina, foi fabricado por mais três anos e então sua fabricação foi finalmente encerrada.

Conta -se também que... O nome Prêmio foi contestado pela Monark, fábrica de bicicletas da época no Brasil. Acontece que esse contestamento virou uma disputa judicial dando vitória para Monark. Em acordo a Fiat pediu a Monark que não tirasse o direito de usar o nome Prêmio durante um período, já que o carro já estava com muitas vendas feitas e bem aceito pelo mercado nacional. A Monark então aceitou e o acordo foi o fornecimento, sem custos, de carros Fiat para frota da Monark. Quando o prazo do acordou se encerrou a Fiat não pode mais usar o nome Prêmio passando a comercializar o carro no Brasil com o nome original Argentino Duna, mas pouco tempo depois saiu de linha para entrar no lugar o Sienna, versão sedan do Pálio.

O Prêmio foi eleito pela Revista Autoesporte o Carro do Ano de 1986.

VersõesEditar

  • S
  • SL
  • CS
  • CSL

Linha do TempoEditar

  • 1985: Início, modelo S 1300 cc ainda 4 marchas, 5 marchas opcional.
  • 1985: Início, modelo CS 1500 cc (Sevel) já com 5 marchas.
  • 1986: Versão CS 1300 cc.
  • 1987: Versão S 1300 cc 4 portas, versão CSL 1500 cc 4 portas.
  • 1988: Fim da Versão CS 1300 cc.
  • 1989: Versão SL 1300 cc (Fiasa) 4 portas, em substituição à versão S 4 portas.
  • 1990: Versões CS, SL e CSL 1600 cc (Sevel).
  • 1991: Nova frente. Motor 1500 cc (Fiasa), em substituição ao 1300 cc.
  • 1993: Motores passam a ser equipados com injeção eletrônica i.e monoponto. Fim dos modelos 2 portas. SL renomeado para CS.
  • 1994: Fim da produção no Brasil.
  • 1995: Passou a ser importado da Argentina, sem nenhuma modificação, somente com motor Sevel 1.6.
  • 2000: Fim da produção na Argentina.

Ver tambémEditar

Referências

  • Revista Quatro Rodas - Abril de 1991 - Edição 369. Prêmio CSL.
  • Revista Quatro Rodas - Janeiro de 1987 - Edição 318. Prêmio CSL.
  • Revista Quatro Rodas, Nº 296, Março 1985. Prêmio 1.5.
  • Revista Quatro Rodas - Abril de 1989 - Edição 345. Prêmio CSL.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Fiat Prêmio
  Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.