FlorCaveira

A FlorCaveira é uma marca, mais conhecida pelo seu trabalho enquanto editora discográfica independente portuguesa fundada em 1999 e com edições discográficas frequentes a partir de 2002. O seu fundador foi o também músico Tiago Guillul.

A FlorCaveira é responsável pela descoberta de bandas como Os Pontos Negros ou Diabo na Cruz, e dos músicos Samuel Úria, João Coração e B Fachada, Manuel Fúria entre outros.

Distingue-se como uma das primeiras editoras independentes a privilegiar o uso exclusivo da língua portuguesa, as gravações caseiras e a distribuição de discos em CD-R. Encabeça por isso, no final da primeira década do século XXI, a ideia de uma nova vaga da música portuguesa.

Desde 2009 mantém paralelamente uma parceria institucional com a Valentim de Carvalho. A FlorCaveira continua, contudo, o seu trajecto independente, editando anualmente bastantes discos fora do circuito comercial tradicional.

Em abril de 2011, a Revista Blitz anunciou o fim da editora, no que foi desmentida pelos membros da FlorCaveira e pelos 4 discos editados após a notícia.

Edições discográficas[1]Editar

  • 2002 - Tiago Guillul - Fados para o Apocalipse Contra a Babilónia (FC001);
  • 2003 - Guel, Guillul & O Comboio Fantasma - Guel, Guillul & O Comboio Fantasma (FC002);
  • 2003 - Tiago Guillul - Mais Dez Fados Religiosos (FC003);
  • 2003 - Borboletas Borbulhas - O Outono melancólico das Borboletas Borbulhas (FC004);
  • 2003 - Samuel Úria - O caminho ferroviário estreito (FC005);
  • 2004 - Tiago Guillul - Tiago Guillul quer ser o leproso que agradece (FC006):
  • 2005 - Samuel Úria & As Velhas Glórias - Samuel Úria & As Velhas Glórias (FC007);
  • 2005 - Ninivitas A sessão de Água de Madeiros (FC008);
  • 2005 - Os Pontos Negros - Os Pontos Negros (FC009);
  • 2006 - Compilação Cinco subsídios Para o Panque-Roque do Senhor (FC010);
  • 2007 - Compilação A FlorCaveira em Frequência Modulada (FC011);
  • 2007 - Os Pontos Negros - Os Pontos Negros (EP) (FC012);
  • 2007 / 2008 - Tiago Guillul - IV (FC013);
  • 2008 - Manuel Fúria - As aventuras do Homem-Arranha (FC014);
  • 2008 - João Coração - Nº1 - Sessão de Cezimbra (FC015); [2]
  • 2008 - B Fachada - Viola Braguesa (FC016);
  • 2008 - Samuel Úria - Samuel Úria em bruto (FC017);
  • 2008 - Compilação A Florcaveira apresenta o Advento (FC018); [3]
  • 2009 - B Fachada - Um fim-de-semana no Pónei Dourado (FC019); [4]
  • 2009 - Lipe - Lipe (FC020);
  • 2009 - Guel, Guillul & o Comboio Fantasma - Variações & Lutero;
  • 2009 - João Coração - Muda que Muda (FC021); [5]
  • 2009 - Split Tiago Lacrau/Te Voy a Matar (FC022);
  • 2009 - Jónatas Pires - Vestido Preto (FC023);
  • 2009 - Diabo na Cruz - Dona Ligeirinha EP (FC024);
  • 2010 - Diabo na Cruz - Virou! (FC025); [6]
  • 2010 - Samuel Úria - Nem lhe Tocava; (FC026)[7]
  • 2010 - O Antes e o Depois dos Gratos Leprosos (FC027);
  • 2010 - Tiago Guillul - O Aquecimento do Lendário Homem-Pinguim;
  • 2010 - Tiago Guillul - V (FC028);
  • 2010 - Samuel Úria - A Descondecoração (FC029);
  • 2010 - Guel e Lipe - Guel e Lipe (FC030);
  • 2011 - Clara Freitas - Pedaços Soltos (FC031);
  • 2011 - Vários - Edição comemorativa dos 20 anos de Ruptura Explosiva (FC032);
  • 2011 - Os Lacraus - Os Lacraus Encaram o Lobo (FC033);
  • 2011 - Jónatas Pires - Tudo É Vaidade (FC034);
  • 2012 - Bruno Morgado - As Oportunidades Perdidas (FC036)
  • 2012 - Alex D'Alva Teixeira - Não É Um Projecto (FC037)
  • 2013 - Samuel Úria - O Grande Medo do Pequeno Mundo (FC038)
  • 2012 - Tiago Guillul - Amamos Duvall (FC039)
  • 2013 - Bruno Morgado - Introdução a Bruno Morgado (FC040)
  • 2013 - Miriam Macaia e Tiago Martins - Enxoval (FC041)
  • 2013 - Tudo É Vaidade - Há Lugar (FC042)
  • 2013 - Xungaria No Céu - Xungaria No Céu (FC043)
  • 2013 - O Rapaz do Sul do Céu Celebra C.S. Lewis (FC044)
  • 2014 - Manel Ferreira - Pela Surra (FC045)
  • 2014 - Xungaria No Céu - Dropa a Beat (FC046)
  • 2015 - Tiago Guillul - Sou Imortal Até Que Deus Me Diga Regressa (FC047)
  • 2016 - Bruno Morgado - O Grande Phinal de Bruno Morgado (FC048)
  • 2016 - C de Croché - Thug Life (FC049)
  • 2016 - Tiago Guillul - Bairro Janeiro (FC050)
  • 2016 - Samuel Úria - Carga de Ombro (FC051)
  • 2016 - Manel Ferreira - Santa Monotonia (FC052)
  • 2016 - Os Velhos - Os Velhos (FC053)
  • 2017 - Filipe da Graça - Pequeno-Almoço Inglês (FC054)
  • 2017 - Tiago Cavaco - Arame Farpado no Paraíso (FC055)
  • 2017 - Os Lacraus - O Velho Arsenal dos Lacraus (FC056)
  • 2018 - Tiago Cavaco - Milagres No Coração (FC057)
  • 2018 - Manel Ferreira - (FC058)
  • 2018 - Tiago Guillul - IV - 2008/2018 (FC059)
  • 2018 - Samuel Úria - Marcha Atroz (FC060)
  • 2019 - José Camilo - Subterrâneo (FC061)
  • 2020 - Samuel Úria - Canções do Pós-Guerra (FC062)
  • 2020 - Os Punhais - Fazer Ronrom (FC063)
  • 2021 - Samuel Úria - Canções do Pós-Guerra (Edição Especial) (FC064)
  • 2020 - Te Voy A Matar - Texto Áureo (FC065)
  • 2020 - deepslip - warm-up, vol. 00 (FC066)
  • 2021 - VB - Vincent Bengelsdorff (FC067)

Referências

  1. «Edições Musicais». FlorCaveira. Consultado em 12 de maio de 2021. Cópia arquivada em 13 de maio de 2021 
  2. «Notícia sobre Nº1 – Sessão de Cezimbra, de João Coração». a-trompa.net. Consultado em 14 de junho de 2010 
  3. «A FlorCaveira Apresenta o Advento no Cotonete». cotonete.clix.pt. Consultado em 14 de junho de 2010 
  4. «Notícia sobre Um fim-de-semana no Pónei Dourado». a-trompa.net. Consultado em 14 de junho de 2010 
  5. «Notícia sobre Muda que Muda». ipsilon.publico.pt. Consultado em 14 de junho de 2010 
  6. «Reportagem sobre Virou! e o seu mentor, Jorge Cruz». ipsilon.publico.pt. Consultado em 14 de junho de 2010 
  7. «Crítica ao disco Nem Lhe Tocava na Revista Time Out Lisboa». timeout.sapo.pt. Consultado em 16 de dezembro de 2009 

Ligações externasEditar