Abrir menu principal

Fornelos (Santa Marta de Penaguião)

localidade e antiga freguesia de Santa Marta de Penaguião, Portugal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2016). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Portugal Fornelos 
  Freguesia portuguesa extinta  
Gentílico Fornelense
Localização
Concelho primitivo Santa Marta de Penaguião
História
Extinção 28 de janeiro de 2013
Características geográficas
Área total 5,03 km²
Outras informações
Orago S. Sebastião

Fornelos é uma aldeia pertencente à União de freguesias de Louredo e Fornelos, no concelho de Santa Marta de Penaguião, com 5,03 km² de área e 241 habitantes (2011). A sua densidade populacional era 47,9 hab/km².

PopulaçãoEditar

Número de habitantes [1]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
601 575 596 512 442 462 620 755 655 629 573 474 353 319 241

(Obs.: Número de habitantes "residentes", ou seja, que tinham a residência oficial neste concelho à data em que os censos se realizaram.)

Distribuição da População por Grupos Etários em 2001 e 2011
Idade 0-14 15-24 25-64 > 65 0-14 15-24 25-64 > 65
2001 40 38 154 87 12,5% 11,9% 48,3% 27,3%
2011 17 27 125 72 7,1% 11,2% 51,9% 29,9%

HistóriaEditar

A antiga freguesia era um curato anual de apresentação do comendador de Fontes e passou a vigararia em 1740. Por essa ocasião procedeu-se à construção da Igreja Paroquial, um belo e harmonioso edifício, com boa talha barroca e tecto pintado, da época.

Datam também do terceiro quartel do século XVIII as casas dos "Onze Moradores", com uma arquitectura característica bem visível nas escadas exteriores com corrimão e coberto de entrada assente em colunas de granito, as janelas e as portas também em granito trabalhado.

Fornelos recebeu foral antigo, passado em Lisboa a 7.IV.1257 e beneficiou também do Foral Manuelino, concedido a Penaguião em 15.XII.1519. Embora seja a freguesia menos populosa do concelho, o facto da população estar toda reunida num único aglomerado faz com que haja uma certa vida social bem visível na existência de alguns estabelecimentos comerciais, do clube desportivo, assim como convívios festivos de S. João e S. Pedro e também o Grupo de Cantares da aldeia.

Entre os valores arquitectónicos destaca-se a Igreja Paroquial, a Capela do Senhor dos Aflitos, também chamada de S. João Baptista, e a Capela de S. Gonçalo de Amarante, além das casas dos "Onze Moradores", acima referida.

  • [1]Site do município de Santa Marta de Penaguião - Secção Fornelos

PatrimónioEditar

Quinta do Roso de Baixo Freguesia de Fornelos I.I.P (Imóvel de interesse público) Decreto-Lei Nº35909 de 17 de outubro de 1946

Quinta da Serra de Água (Cortiçadas) Freguesia de Fornelos I.I.P (Imóvel de interesse público) Decreto-Lei Nº35909 de 17 de outubro de 1946

Lugar do Calvário Freguesia de Fornelos I.I.P (Imóvel de interesse público) Decreto-Lei Nº35909 de 17 de outubro de 1946

Pinhal da Travessa Freguesia de Fornelos I.I.P (Imóvel de interesse público) Decreto-Lei Nº35909 de 17 de outubro de 1946

O que visitarEditar

É um lugar bonito e acolhedor para se dar uns bons mergulhos e passar um tempo em família. O recinto possui instalações sanitárias, um bar, mesas de piquenique e grelhadores. O bar só se encontra em funcionamento durante a época balnear.

ColectividadesEditar

Semana SantaEditar

Durante a Semana Santa realizam-se várias atividades, destacando-se a Missa Pascal, o Compasso Pascal e um , já tradicional, jogo de futebol entre os solteiros e os casados da aldeia.

Referências

  1. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.