Abrir menu principal

Francesca Schiavone (Milão, 23 de Junho de 1980) é uma ex-tenista profissional italiana, que teve como melhor ranking na carreira a 4ª colocação de simples na WTA,[1] sendo esta a melhor posição ocupada por uma italiana. Ela também entrou para a história do tênis por disputar o jogo mais longo da história dos torneios femininos do Grand Slam[2] e por ser a primeira italiana a vencer um torneio do "Grand Slam", ao derrotar na final de Roland-Garros 2010 a australiana Samantha Stosur.[3]

Tenista Francesca Schiavone
Schiavone WM16 (14) (28339741881).jpg
Em 2016, durante o Torneio de Wimbledon
País  Itália
Residência Milão, Itália
Data de nascimento 23 de junho de 1980 (39 anos)
Local de nasc. Milão, Itália
Altura 1,66 m
Profissionalização 1998
Aposentadoria 05/09/2018
Prize money US$ 11.324.245
Página oficial schiavonefrancesca.com
Simples
Vitórias-Derrotas 614–479
Títulos 8 WTA
Melhor ranking 4ª (31/01/2011)
Open da Austrália QF (2011)
Roland Garros V (2010)
Wimbledon QF (2009)
US Open QF (2003, 2010)
WTA Championships SF (2006)
Jogos Olímpicos QF (2008)
Duplas
Vitórias-Derrotas 224–205
Títulos 7 WTA, 1 ITF
Melhor ranking 8ª (12/02/2007)
Open da Austrália SF (2009)
Roland Garros F (2008)
Wimbledon SF (2012)
US Open SF (2006)
Última atualização em: 23 de outubro de 2018.

Carreira profissionalEditar

Schiavone possui sete títulos no WTA Tour, além disso a italiana tem mais 11 vice-campeonatos. Ela integrou a equipe italiana que foi campeã da Fed Cup em 2006. Pois, ela, Mara Santangelo, Flavia Pennetta e Roberta Vinci derrotaram a Bélgica na final por 3 a 2. Em 2009 e 2010 a Itália voltou a vencer a competição, vencendo os Estados Unidos nas duas ocasiões. Em Roland Garros de 2008, Schiavone foi vice-campeã das duplas femininas jogando com a australiana Casey Dellacqua, ao perder na decisão para as espanholas Anabel Medina Garrigues e Virgínia Ruano Pascual.[4] Já em 2011, ficou com o vice-campeonato de simples de Roland Garros ao perder na final para a chinesa Na Li.[5] Entretanto, sua maior conquista da carreira veio em 2010, quando levantou a tão sonhada taça da chave de simples do Torneio de Roland Garros, com uma vitória na final sobre a australiana Samantha Stosur.[6]

Campeã feminina de Roland GarrosEditar

Em 5 de junho de 2010, Schiavone se torna a primeira italiana na história do tênis a vencer um título individual de Grand Slam, ao derrotar na final de Roland Garros a australiana Samantha Stosur, número 7 do mundo, por 6/4 e 7/6(2).[7] A vitória a fez alcançar o número 6 do ranking mundial de tênis, frequentando o top-ten pela primeira vez na carreira e superando a melhor italiana neste quesito, Flavia Pennetta, que havia obtido o número 10 em 2009.

Grand SlamEditar

Simples: 2 (1 título, 1 vice)Editar

Posição Ano Campeonato Piso Oponente Placar
Campeã 2010 Roland Garros Saibro   Samantha Stosur 6–4, 7–6(7–2)
Vice 2011 Roland Garros Saibro   Li Na 4–6, 6–7(0–7)

Duplas: 1 (1 vice)Editar

Posição Ano Campeonato Piso Parceira Oponentes Placar
Vice 2008 Roland Garros Saibro   Casey Dellacqua   Anabel Medina Garrigues
  Virginia Ruano Pascual
6–2, 5–7, 4–6

WTA TourEditar

SimplesEditar

Antes de 2009 Depois de 2009
Grand Slam (1)
WTA Championships (0)
Tier I (0) Premier Mandatory (0)
Tier II (0) Premier 5 (0)
Tier III (1) Premier (1)
Tier IV (0) International (2)
No. Data Torneio Superfície Oponente na Final Placar in Final
1. 29 de julho 2007 Bad Gastein, Áustria saibro   Yvonne Meusburger 6–1, 6–4
2. 25 de outubro 2009 Moscou, Rússia dura (coberta)   Olga Govortsova 6–3, 6–0
3. 17 de abril de 2010 Barcelona, Espanha saibro   Roberta Vinci 6–1, 6–1
4. 5 de junho de 2010 Aberto da França, Paris, França saibro   Samantha Stosur 6–4, 7–6(2)
5. 26 de maio de 2012 Estrasburgo, França saibro   Alize Cornet 6-4, 6-4

DuplasEditar

Antes de 2009 Depois de 2009
Grand Slam (0)
WTA Championships (0)
Tier I (1) Premier Mandatory (0)
Tier II (4) Premier 5 (1)
Tier III (1) Premier (0)
Tier IV (0) International (0)
No. Data Torneio Superfície Parceira Oponentes na final Placar in Final
1. 29 de Julho de 2001 Sopot, Polônia saibro   Joannette Kruger   Yuliya Beygelzimer
  Anastasia Rodionova
6–4 6–0
2. 2 de Maio de 2004 Varsóvia, Polônia saibro   Silvia Farina Elia   Gisela Dulko
  Patricia Tarabini
3–6 6–2 6–1
3. 26 de Fevereiro de 2005 Doha, Qatar dura   Alicia Molik   Cara Black
  Liezel Huber
6–3 6–4
4. 25 de Fevereiro de 2006 Dubai, Emirados Árabes Unidos dura   Květa Peschke   Svetlana Kuznetsova
  Nadia Petrova
3–6 7–6 6–3
5. 1 de outubro de 2006 Luxemburgo dura (coberta)   Květa Peschke   Anna-Lena Grönefeld
  Liezel Huber
2–6 6–4 6–1
6. 15 de outubro de 2006 Moscou, Rússia carpete   Květa Peschke   Iveta Benešová
  Galina Voskoboeva
6–4 6–7 6–1
7. 3 de outubro de 2009 Tóquio, Japão dura (coberta)   Alisa Kleybanova   Daniela Hantuchová
  Ai Sugiyama
6–4, 6–2

Fed CupEditar

Referências

  1. «Francesca Schiavone». Women's Tennis Association. Consultado em 21 de fevereiro de 2016 
  2. «Schiavone e Kuznetsova disputam jogo mais longo do Grand Slam feminino - Tênis - iG». Esporte. Consultado em 21 de fevereiro de 2016 
  3. «Ténis: Roland Garros - Francesca Schiavone é a primeira italiana a vencer um "Grand Slam" - Lusa - DN». DN. Consultado em 21 de fevereiro de 2016 
  4. «Espanholas vencem chave de duplas em Roland Garros | - Guia de Praias». www.clicrbs.com.br. Consultado em 21 de fevereiro de 2016 
  5. «Na Li vence Schiavone em Roland Garros e se torna 1ª chinesa campeã em Grand Slam - 04/06/2011 - UOL Esporte - Tênis». esporte.uol.com.br. Consultado em 21 de fevereiro de 2016 
  6. «Schiavone bate Stosur e é campeã em Roland Garros». d24am.com. Consultado em 21 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  7. «Schiavone se torna a primeira italiana a vencer um torneio de Grand Slam». www.correio24horas.com.br. Consultado em 21 de fevereiro de 2016 

Ligações externasEditar