Abrir menu principal
Francis Palms
Nome Completo Francis Frederick Palms
Nascimento
Data de nascimento 13 de dezembro de 1809
Local de nascimento Antuérpia, Bélgica.
Morte
Data da morte 4 de novembro de 1886
Local da morte Detroit, Estados Unidos.
Família
Pai Ange Palms
Mãe Jeanne Catherine Palms
Irmãos Ange Palms Junior, Jean Pierre Palms, Louis Palms, Marie Francoise Campau e Marie Therese Wilder.

Francis Palms (1809 - 1886) foi o maior proprietário de terras em Michigan[1] durante meados de 1850. Ele também tinha grandes interesses comerciais e foi lhe dados o apelido de "Creso", por causa de sua riqueza.[2]

Vida e carreiraEditar

Ele nasceu na Antuérpia,Bélgica, em 13 de dezembro de 1809 e mudou-se para Detroit com seus pais e irmãos em 1833. Seu pai, Ange Palms, foi um contramestre no exército de Napoleão e emigrou ao Novo Mundo por consequência da derrota de Napoleão. Depois da mudança, Ange mudou-se novamente para Nova Orleães com três filhos e uma filha, onde criou uma fábrica[3]. Francis ficou em Detroit com sua mãe Jeanette e irmã Mary Frances.

Em 1836, Francis Palms casou-se com sua primeira esposa, Margaret Burnett, que logo morreu após o nascimento do filho deles, Francis Frederick II[3]. Ele se casou com sua segunda esposa, Catherine Campau, filha de Joseph Campau, que era um grande proprietário de terras em Detroit. Com ela, teve dois filhos e uma filha. Depois de trabalhar para Campau, Francis trabalhou como escriturário e depois tentou fabricar óleo de linhaça. Manuseando estes negócios, ele tornou-se um parceiro no atacado da rede de supermercados Franklin Moore & Co.[4] Francis fez um capital considerável como merceeiro e comprou 40.000 mil acres (o equivalente à mais de 16 mil hectares) nos Condados de Macomb e St. Clair[1] durante o Pânico de 1837.

Francis vendeu suas terras na Península Inferior em pequenos pedaços e arrecadou um lucro estimado entre 300 e 400 mil dólares[5] e com estes proventos comprou áreas florestais[6] na Península Superior e em Wisconsin. Ele investiu em áreas de Pinus Strobos no estado de Wisconsin juntamente com outros executivos bem-sucedidos incluindo Erza Cornell, Friedrich Weyerhäuser e Henry Williams Sage[7]. Em 1875, os homens pagavam entre 10 à 23,69 dólares por acre (o equivalente à 0,4 hectare). Ele também recebeu terras de um cacique indígena, o Cacique Lerner, e continuou a comprar mais reservas indígenas conforme tornavam-se disponíveis[8][9]. Com esses acréscimos em seus territórios, ele tornou-se o maior proprietário de terras em Michigan (e possivelmente nos Estados Unidos) enquanto idoso.

Quando vendia terras, mantinha os direitos de mineração. A descoberta de cobre e carvão aumentou sua riqueza e seu patrimônio líquido aumentou em $800.000. Algumas das terras foram subdivididas e tornaram-se cidades oficializadas (Newberry, por exemplo) enquanto outras não prosperaram e tornaram-se cidades-fantasma.[10] Na década de 1880, Palms começou a construir blocos comerciais em Detroit. Ele foi o presidente e o maior acionista no Peoples Saving Bank.

Referências

  1. a b Jensen, Cecile Wendt (2006). Detroit's Mount Elliott Cemetery. [S.l.]: Arcadia Publishing. 61 páginas. Consultado em 22 de junho de 2015 
  2. «The Hour». The Daily Argus News. 1 de março de 1886. Consultado em 22 de junho de 2015 
  3. a b Clarence Monroe Burton; William Stocking; Gordon K. Miller (1922) (ed.). «The City of Detroit, Michigan, 1701-1922, Volume 3». S. J. Clarke Publishing Company. Consultado em 22 de junho de 2015 
  4. Cyclopedia of Michigan. [S.l.]: Western Publishing and Engraving Co. 1980. 232 páginas. Consultado em 22 de junho de 2015 
  5. Ewen, Lynn Ann (2015). Corporate Power and Urban Crisis in Detroit. [S.l.]: Princeton University Press. 61 páginas. ISBN 1400871972. Consultado em 22 de junho de 2015 
  6. Quarterly Review of the Michigan Alumnus, Volume 65. [S.l.]: University of Michigan Library. 1959. 137 páginas. Consultado em 22 de junho de 2015 
  7. «Graft and exploitation cut deep into the forests». The Milwaukee Journal. 8 de março de 1878. Consultado em 22 de junho de 2015 
  8. Torney, Paul; Lyon, Lynn; Goneyeau, Richard; Mack, Bob; Naldrett, Alan (2015). Ira Township. [S.l.]: Arcadia Publishing. 48 páginas. ISBN 1467113158. Consultado em 22 de junho de 2015 
  9. History of St. Clair County, Michigan. [S.l.]: A.T. Andreas & Company. 1888. 729 páginas. Consultado em 22 de junho de 2015 
  10. Vanderzee, Robert. Burt Russell Shurly: A Man of Conviction, a Life In Medicine and Education, 1871-1950. [S.l.]: iUniverse. pp. 53–60. Consultado em 22 de junho de 2015