Abrir menu principal

Francisco da Rocha Soares

Francisco da Rocha Soares
Nascimento 24 de janeiro de 1806
Morte 20 de março de 1857 (51 anos)
Cidadania Portugal
Ocupação político

Francisco da Rocha Soares (24 de Janeiro de 180620 de Março de 1857) foi um industrial de cerâmica, empresário e político português.

BiografiaEditar

Filho mais velho de Francisco da Rocha Soares, pai, emigrante retornado do Brasil, onde fez fortuna, em 1829[1] herdou a Fábrica de Cerâmica de Miragaia que desenvolveu.

Em 1836, Francisco da Rocha Soares assumiu a presidência da Câmara Municipal do Porto, exercendo as funções de fiscal dos trabalhos de construção da ponte pênsil nos primeiros anos da década de 1840.[2]

Para além da Fábrica de Miragaia, Rocha Soares dirigiu também várias outras fábricas de cerâmica no Porto e em Vila Nova de Gaia, entre 1845 e 1848, criando ainda uma rede de entrepostos comerciais em Lisboa, em Setúbal, no Funchal e em Luanda.[3]

Militante activo da causa liberal, acabou por levar a Fábrica de Miragaia à falência em 1852 pelo seu envolvimento nas lutas entre liberais e absolutistas.[4]

Referências