Frederico Maurício de La Tour de Auvérnia, Conde de Auvérnia

Disambig grey.svg Nota: Se procura outros nobres com o mesmo nome, veja Frederico Maurício de La Tour de Auvérnia.

Frederico Maurício de La Tour de Auvérnia (em francês: Frédéric-Maurice de La Tour d'Auvergne; 15 de janeiro de 164223 de novembro de 1707, foi um nobre francês membro da Casa de La Tour de Auvérnia, tendo sido conde de Auvérnia, conde de Olliergues e marquês de Lanquais.

Frederico Maurício
de La Tour de Auvérnia
Conde de Auvérnia
 
Cônjuge (1) Francisca de Hohenzollern-Hechingen
(2) Isabel van Wassenaer-Starrenburg
Descendência Emanuel Maurício, o bailio de Auvérnia;
Henrique Osvaldo, Cardeal
Francisco, o príncipe de Vimeuil
Francisco Egon, conde de Auvérnia
Frederico Constantino, conde de Oliergues
Isabel Leonor, abadessa
Luísa Emília, abadessa
Nascimento 15 de janeiro de 1642
Morte 23 de novembro de 1707 (65 anos)
Pai Frederico Maurício de La Tour de Auvérnia, Duque de Bulhão
Mãe Leonor de Bergh

Seguiu uma carreira militar ao serviço do rei de França, tendo atingido o posto de Tenente-General.

BiografiaEditar

Ele é o segundo filho varão de Frederico Maurício de La Tour de Auvérnia e de Leonor de Bergh, tendo recebido de seu tio, Henrique, visconde de Turenne, o cargo de governador do Limusino (em francês: Limousin), região que governará de 1656 a 1707.

Casamento e descendênciaEditar

Em 1662 casa com Francisca de Hohenzollern-Hechingen (1642 -1698), marquesa de Bergen op Zoom, filha de Eitel Frederico II, príncipe de Hohenzollern-Hechingen. Do casamento nasceram doze filhos:

  1. Maria Ana (Marie-Anne) (1669 - ) ;
  2. Emanuel Maurício (Emmanuel-Maurice) (1670 - 1702), chamado de o bailio de Auvérnia, cavaleiro da Ordem de S. João de Jerusalém;
  3. Henrique Osvaldo (Henri-Oswald) (1671 - ), abade de Cluny, e depois Arcebispo de Tours (1719-1722), Arcebispo de Viena (França) e, por fim, Cardeal (1737);
  4. Francisco (François) (1672 - ), chamado de o príncipe de Vimeuil;
  5. Henriqueta (Henriette) (1673-);
  6. Luís Frederico (Louis-Frédéric) (1674-);
  7. Francisco Egon (François-Égon) (1675-1710), chamado o príncipe de Auvérnia, conde de Auvérnia e Marquês de Bergen op Zoom,que, em 1707, casa com Maria Ana, filha de Filipe Carlos Francisco de Arenberg, 3.º duque de Arenberg, 9.º duque de Aerschot. O seu neto veio a ser o Príncipe Eleitor Carlos Teodoro da Baviera;
  8. Frederico Godofredo (Frédéric-Godefroid);
  9. Frederico Constantino (Frédéric-Constantin) (1682-1732), chamado de o príncipe Frederico, conde de Oliergues ;
  10. Teresa Henriqueta (Thérèse-Henriette) (1683) ;
  11. Isabel Leonor (Élisabeth-Éléonore) (v. 1665 - 1746), abadessa de Thorigny-sur-Vire ;
  12. Luísa Emília (Louise-Émilie) (1667-1737), abadessa de Saint-Remy de Villers-Cotterêts, depois abadessa de Montmartre[1].

Frederico Maurício casa em segundas núpcias, a 1 de abril de 1699, com Isabel van Wassenaer-Starrenburg [2].

ReferênciasEditar

  1. Deu nome a uma rua de Paris (a atual Rue de La Tour d'Auvergne), no 9.º Arrondissement de Paris
  2. François-Alexandre de La Chenaye-Aubert, Dictionnaire de la Noblesse, Paris, 1863, XIX, p. 62.

Fontes e bibliografiaEditar

  • Étienne Baluze, Histoire généalogique de la Maison d'Auvergne
  • Michel Vergé-Franceschi, La Société française au Predefinição:XVIIe siècle