Abrir menu principal

Frederico VIII, Duque de Eslésvico-Holsácia

Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde setembro de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Frederico VIII
Duque de Eslésvico-Holsácia
Friedrich VIII von Schleswig-Holstein.jpg
Frederico VIII
Consorte Adelaide de Hohenlohe-Langenburg
Nascimento 6 de julho de 1829
  Augustenborg, Dinamarca
Morte 14 de janeiro de 1880 (50 anos)
  Wiesbaden, Alemanha
Filho(s) Frederico de Eslésvico-Holsácia
Augusta Vitória de Eslésvico-Holsácia
Carolina Matilde de Eslésvico-Holsácia-Sonderburgo-Augustemburgo
Geraldo de Eslésvico-Holsácia
Ernesto Gunter de Eslésvico-Holsácia
Luísa de Eslésvico-Holsácia
Teodora de Eslésvico-Holsácia
Pai Cristiano Augusto II de Eslésvico-Holsácia
Mãe Luísa Sofia de Danneskiold-Samsøe

Frederico VIII de Eslésvico-Holsácia (6 de julho de 1829 - 14 de janeiro de 1880) foi um pretendente que dizia-se o verdadeiro duque de Eslésvico-Holsácia a partir de 1863, ano em que Frederico VII da Dinamarca morreu, tornando Frederico como parente mais próximo da sucessão aos ducados Eslésvico-Holsácia e do trono da Dinamarca. O título de duque de Eslésvico-Holsácia era quase exclusivamente nominal, pois o Reino da Prússia assumiu efetivamente o comando dos seus ducados em 1866, após a Guerra dos Ducados do Elba.

Seu pai liderou o movimento nacionalista nos ducados, que levou à Primeira Guerra do Schleswig. No entanto, depois de seu pai ter abdicado dos direitos sucessórios por dinheiro após o Protocolo de Londres em 1852, Frederico não era considerado nem elegível como rei pela a maioria dos Dinamarqueses, nem como duque de Eslésvico-Holsácia.

Sua segunda filha, Augusta Vitória, se casou com com o príncipe Guilherme da Prússia, e foi imperatriz consorte da Alemanha.