Frodo Baggins

(Redirecionado de Frodo Bolseiro)
Frodo Bolseiro
Personagem da Terra Média
Frodo Bolseiro (concepção artística do Mark Ferrari, 1987)
Frodo Bolseiro
(concepção artística do Mark Ferrari, 1987)
Raça Hobbit
Divisão Hobbits do Condado (Quarta Leste)
Família Bolseiro (Baggins no original)
Títulos O Guardião do Anel
Arma Ferroada
Nascimento 2968 da 3ª Era do Sol
Morte Não se tem notícia do seu falecimento, partiu para Valinor em 3021 da 3ª Era do Sol
Primeira aparição em livro O Hobbit
Primeira aparição em filme O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel (2001)
Intérprete Elijah Wood

Frodo Bolseiro (no original: Frodo Baggins) ou Frodo Underhill é o personagem principal da obra O Senhor dos Anéis de J. R. R. Tolkien.[1][2] É também mencionado em O Silmarillion - no anexo "Dos Anéis do Poder e Da Terceira Era". É visto como um herói moderno numa epopeia clássica,[1] com características únicas como sendo "vulnerável, limitado e imprevísivel", ou como um arquétipo que em conjunto com Samwise Gamgee e Gollum/Sméagol formam uma "personagem complexa e fascinante".[3]

Aventura de Frodo em Senhor dos AnéisEditar

Foi um hobbit do Condado que herdou de seu tio Bilbo Bolseiro[2] o Um Anel de Sauron e comprometeu-se à missão de destruí-lo na Montanha da Perdição. Nesta missão, iniciada a 23 de Setembro do ano de 3018[4], ele vaga com Gandalf, Boromir, Aragorn, Legolas, Gimli, Merry, Pippin e Samwise Gamgee até Caradhras e adentram em Moria, onde encontram um Balrog, que ao lutar com Gandalf cai nas profundezas da Montanha. Seguiram até Lothlórien onde Frodo encontra Galadriel e olha em sua fonte, onde vê um enigma que só vem a desvendar mais tarde. Frodo e Samwise se separam do resto da comitiva em Amon Hen indo em direção a Mordor onde deveriam jogar o Um Anel na Montanha da Perdição.[5] São guiados por Gollum e ao entrar em Cirith Ungol são atacados por Laracna (Shelob). Depois Frodo é capturado por orcs, mas Sam o salva e juntos destroem o Um Anel. No fim da aventura, Frodo - sendo um dos Portadores dos Anéis e graças a um pedido de Arwen Undómiel - pegou o navio élfico que levava Galadriel, Elrond, Gandalf, Bilbo Baggins e outros e partiu para o Antigo Oeste, onde pode ter encontrado alguma paz que acabasse com os efeitos maléficos causados pela posse do Um Anel.

Anos finais de FrodoEditar

Como está dito em O Silmarillion, as Terras Imortais não fazem daqueles que nelas vivem imortais, mas sim os Valar que ali moram as tornam eternas e sempre belas. Por isso, tanto Frodo quanto Bilbo podem ter morrido depois de um tempo, mas vivendo melhor do que teriam vivido na Terra Média.

A importância da viagem na vida de FrodoEditar

Frodo Baggins é um viajante "predestinado". Ao herdar o Anel, é como que "obrigado" a percorrer os caminhos do inconsciente e a trocar os pequenos bosques e rios do Shire pelas densas florestas e rios de águas profundas que correm dentro dele próprio. Ele sabe que tal viagem é "uma fuga de perigo em perigo"[6], arrastando-o sempre atrás de si.

Frodo recebe o Anel Soberano no dia em que celebra o seu trigésimo terceiro aniversário, idade que marca, para os Hobbits, o início da vida adulta. Decorrem dezassete anos até que inicie a Viagem. Durante esse período, Frodo começa a sentir-se inquieto, o inconsciente começa a produzir símbolos de mudança que se exprimem nos seus sonhos.

Através do símbolo da montanha, o inconsciente anuncia a Frodo, pela primeira vez, o seu destino: Frodo deve procurar o seu centro, e iniciar a escalada, o caminho para a realização plena.[7]

Tomada a decisão da viagem, Frodo decide abandonar o Shire e adoptar, sob sugestão de Gandalf, o nome de Frodo Underhill pois era de facto uma descida às profundezas do inconsciente que o pequeno hobbit iniciaria antes da escalada final.

Referências

  1. a b Sale, Roger (1 de janeiro de 1973). Modern Heroism; Essays on D. H. Lawrence, William Empson, & J. R. R. Tolkien (em inglês). [S.l.]: University of California Press. ISBN 978-0-520-02208-9 
  2. a b Uol (28 de outubro de 2012). «Martin Freeman diz que Bilbo Baggins é mais "pomposo" que Frodo». Consultado em 22 de outubro de 2013 
  3. Guin, Ursula K. Le (1979). The Language of the Night: Essays on Fantasy and Science Fiction (em inglês). [S.l.]: Ultramarine Publishing. ISBN 978-0-399-50482-2 
  4. Tolkien, J.R.R., R., The Lord of the Rings vol. 1.
  5. Drew, Bernard Alger (1997). The 100 Most Popular Young Adult Authors: Biographical Sketches and Bibliographies (em inglês). [S.l.]: Libraries Unlimited. ISBN 978-1-56308-615-1 
  6. Tolkien, J. R. R., The Lord of the Rings, vol.1 , pg. 93.
  7. Monteiro, M. R. F. (1992). J.R.R. Tolkien - The Lord of the Rings: A Viagem e a Transformação, Instituto Nacional de Investigação Científica, Lisboa.
A Sociedade do Anel
Frodo · Sam · Gandalf · Aragorn · Legolas · Gimli · Boromir


  Este artigo sobre a obra de J. R. R. Tolkien é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.