Frontão

Os frontões, geralmente são de forma triangular. Os frontões são colocados acima da estrutura horizontal do lintel, ou entablamento, se apoiados por colunas. Um frontão é às vezes o elemento superior de um pórtico. Para projetos simétricos, ele fornece um ponto central e é frequentemente usado para adicionar grandeza às entradas.[1]

Ilustrações de tipos de frontões

O tímpano, a área triangular dentro do frontão, é frequentemente decorado com uma escultura de frontão que pode ser autônoma ou uma escultura em relevo.[2] O tímpano pode conter uma inscrição ou, nos tempos modernos, um mostrador de relógio.

Os frontões são encontrados na arquitetura grega antiga já em 600 a.C. (por exemplo, o templo arcaico de Ártemis). Variações do frontão ocorrem em estilos arquitetônicos posteriores, como Clássico, Neoclássico e Barroco.[3] Os telhados de duas águas eram comuns nos antigos templos gregos com uma inclinação baixa (ângulo de 12,5° a 16°).

Referências

  1. Dictionary of Ornament by Philippa Lewis & Gillian Darley (1986) NY: Pantheon
  2. Sturgis, Russell (1896). European Architecture: A Historical Study (em inglês). [S.l.]: Macmillan 
  3. Chisholm, Hugh, ed. (1911). "Pediment". Encyclopædia Britannica. Vol. 21 (11th ed.). Cambridge University Press. p. 37.
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Frontão


  Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.